NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Quinta-feira, 18 de Agosto de 2022

POLÍTICA
Sexta-feira, 05 de Agosto de 2022, 13h:26

HOMOLOGADO EM CONVENÇÃO

Senador afirma que a prioridade do PL é reeleger Jair Bolsonaro

Wellington Fagundes é oficializado candidato à reeleição e chama ex-Casa Civil para a 1ª suplência

Da Redação
Assessoria/PL
Wellington terá o ex-chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho, como primeiro suplente, na disputa pelo Senado

Em convenção realizada na manhã desta sexta-feira (5), o Partido Liberal (PL) homologou a candidatura do senador Wellington Fagundes à reeleição.

O evento também serviu para que a legenda oficializasse uma aliança com o União Brasil, em apoio à recandidatura do governador Mauro Mendes.

Em discurso, Wellington reafirmou que a prioridade do PL é a reeleição do presidente Jair Bolsonaro.

Leia também:

Aliança do PL com União Brasil enterra o palanque aberto de Mauro

“Definimos formar uma aliança que represente o desenvolvimento e a oportunidade. Mato Grosso é o Estado que mais se desenvolve no país e, por isso, optamos por esse alinhamento histórico com o Governo Federal, com o presidente Bolsonaro e o governador Mauro”, afirmou o senador.

Durante a convenção, ficou definido que Wellington terá como primeiro suplente o ex-chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho (União Brasil).

De acordo com o senador, o segundo suplente da chapa ao Senado saíra das conversas que se prolongarão ate o final da tarde desta sexta-feira, quando acontecerá a convenção do União Brasil para homologar a chapa que disputará à reeleição em outubro.

O policial federal Rafael Ranalli (PL) é cotado para a segunda suplência.

Com a decisão desta sexta-feira, o senador vai formar o palanque com União Brasil, Partido Liberal, Republicanos e MDB: Mauro Mendes (UB), governador, Otaviano Pivetta (REP), vice; e Wellington Fagundes (PL), senador.

Segundo informações da cúpula do PL, a expectativa é de que o PSDB e o Cidadania também estejam no mesmo palanque.

“Tudo depende da convenção deles, mas os entendimentos estão 99% fechados”, disse o senador.


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.




ENQUETE
Cuiabá flerta, cada vez mais, com o rebaixamento no Brasileirão. De quem é a culpa?
Do treinador
Da torcida
Dos cartolas
Dos jogadores
PARCIAL