NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Quarta-feira, 29 de Junho de 2022

POLÍCIA
Quarta-feira, 22 de Junho de 2022, 13h:17

VIOLÊNCIA EXTREMA

PJC quer preventiva de acusado de matar mulher com 16 facadas

Gilson Castelan de Souza, 45 anos, é acusado de executar Silbene Dolores da Silva, de 40 anos, em VG

TÉO GOMES
Da Reportagem
Diário de Cuiabá
A DHPP pediu a preventiva do marido acusado de matar a esposa a facadas

Policiais da Delegacia de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP), chefiados pelo delegado Anderson Veiga, esperam prender, a qualquer momento, Gilson Castelan de Souza, de 45 anos.

Ele é acusado de matar a esposa Silbene Guia Dolores da Silva, de 40 anos, com 16 facadas. 

O delegado informou, na manhã desta quarta-feira (22), que já representou à Justiça pela prisão de Gilson.

Ele pode ser preso a qualquer momento. 

Leia também:

Mulher é morta com 16 facadas; marido some e vira suspeito 

“Já temos pistas dele”, falou o delegado da DHPP, presidente do inquérito policial aberto para apurar o crime de feminicídio contra Silbene, na noite da última sexta-feira (17). 

O crime, segundo testemunhas confirmaram a policiais da DHPP, aconteceu dentro da residência do casal, no bairro Engordador, em Várzea Grande, região metropolitana da Capital. 

Em conversa com a reportagem, o delegado Anderson Veiga comentou que os policiais já levantaram a perfil do acusado: "um homem frio e violento".  

Silbene, segundo laudo de necropsia do IML, foi morta com 16 facadas, principalmente no rosto, que ficou totalmente desfigurado, e no pescoço.


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.




ENQUETE
Os casos de infecção por Covid voltaram a crescer em Mato Grosso. De quem é a culpa?
Do Poder Público, que "liberou geral" quando a pandemia diminuiu
De parte da população, que desconsiderou a necessidade da vacinação
Da Saúde Pública, que não intensifica campanha de conscientização
Das prefeituras, que decretaram o fim da obrigatoriedade das máscaras
PARCIAL