NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Terça-feira, 16 de Agosto de 2022

POLÍCIA
Segunda-feira, 25 de Julho de 2022, 16h:43

CRIMES EM SÉRIE

Jovem de 19 anos é executada com tiros de pistola na cabeça

Há suspeita de crime homofóbico, latrocínio e até de "acerto de contas", segundo a Polícia Civil de Sorriso

TÉO GOMES
Da Reportagem
PJC
policiais da DHPP também estão fazendo levantamentos, pois há indícios de de outros casos semelhantes ao de Maria Eduarda e do DJ Kelvin

Maria Eduarda Barbosa da Silva, de 19 anos, foi executada a tiros, na manhã desta segunda-feira (25), na cidade de Sorriso (440 km ao Norte de Cuiabá).

A jovem foi morta com mais de 15 tiros, sendo que dez deles partiram de uma pistola calibre Ponto-40.

A maioria dos tiros atingiu o rosto e a cabeça da vítima. 

O crime, segundo a Polícia Militar,  aconteceu na Rua Iguaçu, no bairro Vila Bela. 

Leia também:

Bandido amarra fazendeiro e estupra uma menina de 11 anos

DJ é executado com muitos tiros na porta de casa em MT

Dois homens, segundo testemunhas contaram à PM e a policiais da Delegacia de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP) de Sorriso, chegaram à casa de Maria Eduarda em uma moto.

Entraram e a arrastaram para fora da casa. Ela tentou correr para escapar dos tiros, mas os matadores pegaram o celular dela e começaram a atirar.

Maria Eduarda morreu na hora. 

Agentes da Perícia Oficial e Identificação Técnica detalharam, após uma perícia preliminar, que, a partir desses exames, é possível afirmar que foram feitos, pelo menos,15 disparos de armas de fogo.

Havia estojos de arma calibre .40 e também de outros projéteis. 

Ainda segundo os peritos, exames mais detalhados serão feitos no Instituto Médico Legal (IML) e vão confirmar se existem disparos na face da vítima, inclusive, com extravasamento de massa encefálica.

Disparos realizados a curta distância, segundo um perito. 

Várias guarnições da Polícia Militar estão fazendo buscas e diligências para tentar localizar, identificar e prender os dois assassinos.

Até o momento, no entanto, ninguém foi preso. 

Policiais da DHPP informaram que ainda não definiram os motivos do crime.

As principais hipóteses, no entanto, são latrocínio (roubo seguido de morte), um crime homofóbico ou, até mesmo, um “acerto de contas”. 

CASO SEMELHANTE – Um assassinato semelhante, segundo a DHPP, aconteceu na sexta-feira (22).

A vítima foi o Dj Kelvin Wallace Delgado Pereira, o "DJ Kelvin", de 25 anos, executado com muitos tiros.

De acordo com as informações, o rapaz era uma pessoa muito conhecida na região Norte do Estado. 

O crime aconteceu em Sinop (500 km ao Norte de Cuiabá). 

Kelvin, segundo testemunhas contaram à Polícia, estava saindo de casa no carro dele, quando foi abordado por três homens, que chegaram ao local em um veículo Fiesta. 

O circuito interno de câmeras de segurança do local filmou as cenas do crime.

OUTROS CASO – Uma fonte da Polícia Civil de Sorriso disse ao DIÁRIO que os policiais da DHPP também estão fazendo levantamentos, pois há indícios de de outros casos semelhantes ao de Maria Eduarda e do DJ Kelvin.


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.




ENQUETE
Cuiabá flerta, cada vez mais, com o rebaixamento no Brasileirão. De quem é a culpa?
Do treinador
Da torcida
Dos cartolas
Dos jogadores
PARCIAL