NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Sexta-feira, 24 de Junho de 2022

POLÍCIA
Quinta-feira, 16 de Junho de 2022, 08h:49

VIOLÊNCIA SEM FIM

Dupla rouba carro, sequestra mulher e é morta pela Força Tática

O dois bandidos sequestraram a mulher durante o dia, numa das mais movimentadas avenidas de Cuiabá

TÉO GOMES
Da Reportagem
Câmeras de segurança
O crime foi registrado por câmeras de segurança, em uma floricultura, na Avenida Isaac Póvoas

Dois bandidos sequestraram uma mulher em plena luz do dia, numa das mais movimentadas avenidas de Cuiabá. 

Os criminiosos foram foram localizados, à noite, na Avenida Miguel Sutil.

Eles foram mortos após confronto com a Força Tática, da Polícia Militar.

Leia também:

Homem é executado a tiros amarrado pelas mãos e pés em MT

O assalto seguido de sequestro foi filmado por câmeras de segurança e aconteceu na tarde de quarta-feira (15), na Avenida Isaac Póvoas, área central da Capital. 

O carro da vítima, um Corolla preto, estava parado em frente a uma floricultura.

A mulher, mesmo assustada, tentou se livrar dos dois ladrões, mas não conseguiu.

Ela foi empurrada para o banco de trás do Corolla, e os dois ladrões a sequestraram na frente de muita gente que passava no momento pelo local. 

A Polícia Militar foi acionada. Fez buscas, mas não conseguiu pistas dos dois bandidos, até então.

À noite, os bandidos fram encontrados dirigindo o veículo pela Avenida Miguel Sutil.  

Ao ser perseguida por uma viatura da PM, a dupla abandonou o carro e fugiu por um matagal.

No entanto, foi localizada no bairro Jardim Ubatã.

Eles teriam reagido as ordens da Polícia e disparado contra os policiais, que abriram fogo e mataram os dois. 

A vítima não foi ferida e todos os pertences foram recuperados.


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.




ENQUETE
Os casos de infecção por Covid voltaram a crescer em Mato Grosso. De quem é a culpa?
Do Poder Público, que "liberou geral" quando a pandemia diminuiu
De parte da população, que desconsiderou a necessidade da vacinação
Da Saúde Pública, que não intensifica campanha de conscientização
Das prefeituras, que decretaram o fim da obrigatoriedade das máscaras
PARCIAL