NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Terça-feira, 24 de Maio de 2022
POLÍCIA
Segunda-feira, 09 de Maio de 2022, 13h:50

COLISÃO FATAL

Colisão entre moto e carro funerário mata um e deixa outro ferido

O piloto da moto, Deurivan dos Santos Nascimento, de 38 anos, morreu na hora; o passageiro está no hospital

TÉO GOMES
Da Reportagem
Divulgação
O caso foi registrado pela Polícia Militar e entregue à Polícia Civil

Um morto e um ferido grave foram o saldo negativo de uma violenta colisão entre um carro funerário e uma moto.

O acidente ocorreu na noite de domingo (8), na BR-158, na altura da cidade de Canabrava do Norte (1.130 km ao Nordeste de Cuiabá).

O piloto da moto, Deurivan dos Santos Nascimento, de 38 anos, morreu na hora.

Leia também:

Facção executa professor por não pagar taxa de apostas

O passageiro, que estava na garupa e que não teve o nome divulgado, sofreu ferimentos graves e segue hospitalizado.

Segundo informações da Polícia Civil, o carro funerário, um Fiat Strada, seguia pela rodovia federal, em direção à cidade de Santa Terezinha, quando aconteceu a colisão frontal com a moto Honda Fan, conduzida pela vítima.

Conforme relato do motorista do veículo, o motociclista teria invadido a pista contrária, o que causou a batida.

O passageiro da moto foi socorrido por uma equipe do Corpo de Bombeiros e encaminhado ao Hospital Municipal, com fraturas graves.

A Polícia Civil fez a liberação do corpo para o IML, após a perícia preliminar de agentes da Perícia Oficial do Estado (Politec).

As causas do acidente só serão conhecidas após a divulgação dos laudos periciais.


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.




ENQUETE
Você acha que se justifica a polêmica entre Governo e Prefeitura em torno de VLT e BRT?
Tudo não passa de interesses político-eleitorais
O VLT já era. Obra deveria ter saído em 2014
O BRT não vai melhorar o sistema de transporte público
Qualquer um dos modais é solução para Cuiabá e VG
PARCIAL