Diario de Cuiabá

Quarta-feira, 11 de Maio de 2022, 11h:00

Mauro diz que não fica "em cima do muro" sobre disputa ao Senado

Governador diz que tomará uma decisão sobre a questão às vésperas das convenções dos partidos

KAMILA ARRUDA
Da Reportagem

Apesar de estar em uma espécie de "sinuca", no que se refere a corrida pelo Senado, o governador Mauro Mendes (União Brasil) afirmou que não irá ficar "em cima do muro".

Ele descartou a possibilidade de se manter neutro na disputa, mas observou que só decidirá qual candidato apoiará as vésperas das convenções partidárias. 

“Essa coisa de ficar em cima do muro não funciona bem. Em algum momento, vamos ouvir os partidos, vamos ouvir os aliados, vamos ouvir muita gente, e alguma decisão será tomada”, disse o governador.

Leia também:

Jayme defende candidatos da base ao Senado no palanque de Mauro

No arco de alianças de Mauro Mendes, há três pré-candidatos ao Senado.

Trata-se do senador Wellington Fagundes (PL), que busca a reeleição; do deputado federal Neri Geller (PP); e da médica Natasha Slhessarenko (PSB). 

Nesta semana, o senador Jayme Campos (União Brasil) sugeriu que os pré-candidatos dividam o palanque de Mauro Mendes, a fim de evitar "mal-estar" e, até mesmo, um racha no grupo. 

O governador não descartou essa possibilidade, mas afirmou que ainda não pensou no assunto. 

“A possibilidade na política sempre existe. Como na vida, você pode ter várias possibilidades, mas, por enquanto, eu não discuti isso comigo mesmo e nem com meu grupo político”, disse o governador. 


Fonte: Diario de Cuiabá

Visite o website: www.diariodecuiaba.com.br