Diario de Cuiabá

Sábado, 07 de Maio de 2022, 16h:20

Motoristas de carretas são sequestrados, dopados e torturados

Sequestro foi em posto de gasolina, em Cuiabá. Eles passaram 72h em cativeiro e foram liberados em VG

TÉO GOMES
Da Reportagem

Dois motoristas de carretas viveram três dias de pânico e terror: foram sequestrados, amarrados, dopados e agredidos com coronhadas de pistola na cabeça.

Os dois foram assaltados e sequestrados por uma quadrilha, em um posto de gasolina em Cuiabá.

Eles passaram 72 horas em um cativeiro, até serem liberados, no bairro Maria Isabel, em Várzea Grande (Grande Cuiabá).

Leia também:

Carro de aplicativo bate em poste; motorista e passageiro morrem

Os dois motoristas foram liberados no final da tarde de sexta-feira (6), totalmente debilitados e com ferimentos, principalmente na cabeça, onde levaram as coronhadas.

Eles deram graças a Deus pela liberdade, e confessam que escaparam da morte por sorte ou milagre.

Os dois motoristas contaram que, na tarde da última terça-feira (3), foram sequestradas por dois bandidos armados de pistolas, que estavam em um veículo HB20 branco.

As vítimas contaram aos policiais da Delegacia de Repressão a Roubos Furtos de Veículo que foram levadas para um cativeiro, que não souberam definir a localização.

Contaram que, além de agredidos,  também eram obrigados a conversar com seus familiares por telefone e agirem naturalmente, para não levantar suspeitas.

As duas carretas foram roubadas.

Uma delas teve registro de passagem pela cidade de Presidente Prudente (SP) e a outra, pela cidade de Novo Mundo (MS).

O caso já está sendo investigado por policiais civis, mas, até o momento, ainda não há pistas da quadrilha, que pode ser de fora de Mato Grosso.  

Foram roubadas uma carreta Scania R440 A6X4 vermelha e um Volvo FH540 6XAT, da mesma cor.

Os dois motoristas foram encaminhados para o Pronto-Socorro Municipal de Várzea Grande, após serem atendidos por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).


Fonte: Diario de Cuiabá

Visite o website: www.diariodecuiaba.com.br