Diario de Cuiabá

Sexta-feira, 31 de Dezembro de 2021, 11h:50

PM tira de circulação 12 toneladas de drogas em 2021

Apreensão em Mato Grosso é 143% a mais do que a registrada no ano passado

TÉO GOMES
Da reportagem

Na "guerra" contra o narcotráfico, somente a  Polícia Militar (PM), tirou de circulação neste ano de 2012, nada mais, nada menos, do que 12 toneladas de drogas em Mato Grosso.

É o que comprova o balanço ainda não oficial, das apreeensões reaçlizada em o dia primeirpo de jnairo, e o dia e o dia 15 de dezembro.

Segundo a Polícia Militar, esse volume de drogas apreendidas representa um aumento de 143% nas realizadas pela PM no combate ao tráfico de entorpecentes no Estado em relação aos 12 meses do ano de 2020.

AS DROGAS - Maconha, pasta base de cocaína, cocaína, ecstazy, "super maconha", dentre outras substâncias, foram retiradas pelos policiais militares.

 O combate ao tráfico ilícito e uso de entorpecentes realizado pelas equipes desarticulou e descapitalizou quadrilhas que atuavam na região de fronteira e tentavam fomentar a venda de drogas por meio do "tráfico doméstico" com a manutenção de pontos e residências conhecidas chamadas de bocas de fumo.  
FIM DE ANO - Nos primeiros 20 dias da Operação Fim de Ano, deflagrada no último dia 1º dezembro, a PM apreendeu mais de 92 quilos de drogas. E na primeira semana da 2º fase da mesma operação, os policiais prenderam uma quadrilha com 85 quilos de pasta base de cocaína na região de fronteira de Porto Esperidião.

Com a Operação Fim de Ano ainda em andamento, a Polícia Militar ainda não fechou o total de drogas apreendido do ano de 2021; a meta é ultrapassar as 12 toneladas até o dia o fim do reforço policial nas ruas neste período de festas de Ano Novo.  

O comandante–geral da PMMT, coronel Jonildo José de Assis, ressalta que o combate ao tráfico de entorpecentes é um permanente no policiamento ostensivo, seja no interior ou na região metropolitana.

"Nossos policiais militares estão prontos para retirar drogas e armas de fogo, porque a droga destrói famílias, recruta os jovens, fomenta ações criminosas e gera ainda mais malezas sociais. As ações desencadeadas pela corporação fecham bocas de fumo, prendem do grande ao pequeno traficante, ações preventivas que pretendemos reforçar mais em 2022".

Além das ações de combate ao tráfico de drogas no Estado, a PM desenvolve projetos e programas sociais com crianças e jovens, coordenados e desenvolvidos pelos próprios policiais militares, como Proerd, Jiu-Jitsu Rotam, Judô Bope, Sambo Bope, 4º Bravo, Escolinha Grêmio Rotam, dentre outras iniciativas que atendem cerca de 8 mil jovens.  


Fonte: Diario de Cuiabá

Visite o website: www.diariodecuiaba.com.br