NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Domingo, 22 de Maio de 2022
ILUSTRADO
Sábado, 14 de Maio de 2022, 22h:06

CINEMA

Morre Fred Ward, ator de 'O Ataque dos Vermes Malditos', aos 79 anos

Causa e local da morte não foram revelados a pedido da família, de acordo com seu agente

Da Folhapress - São Paulo
Fred Ward

O ator Fred Ward, de 79 anos, morreu no último domingo (8), anunciou seu agente, Ron Hofmann, nesta sexta-feira (13). A causa e o local da morte não foram revelados a pedido da família, segundo Hofmann.        

  Veterano do cinema e da televisão, Ward ficou conhecido por interpretar papéis de rapazes durões em produções como "O Ataque dos Vermes Malditos", "Os Fugitivos de Alcatraz" e "Os Eleitos - Onde o Futuro Começa".        

  Ward, porém, não começou a carreira como ator, segundo uma biografia divulgada por seu agente. Antes de se dedicar à atuação, na década de 1960, ele serviu três anos na Força Aérea dos Estados Unidos, enfrentou o frio do Alasca como lenhador e foi boxeador, que o levou a ter o nariz quebrado três vezes.        

  Sua carreira durou mais de quatro décadas. Começou com filmes estrangeiros no início da década de 1970 e se estendeu até 2015 com o seriado "True Detective", de acordo com seu perfil no IMDB. Neste período, Ward venceu um Globo de Ouro por seu papel em "Short Cuts - Os Americanos", de 1993.        

  Sua primeira aparição num filme norte-americano em "Do Oeste para a Fama", de 1975, em que interpretou um caubói, mas seu primeiro papel de destaque veio quando contracenou com Clint Eastwood em "Os Fugitivos de Alcatraz", de 1979.        

O ator deixa sua mulher, Marie-France Ward, com quem vivia há 27 anos, e seu filho, Django Ward.


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.




ENQUETE
Você acha que se justifica a polêmica entre Governo e Prefeitura em torno de VLT e BRT?
Tudo não passa de interesses político-eleitorais
O VLT já era. Obra deveria ter saído em 2014
O BRT não vai melhorar o sistema de transporte público
Qualquer um dos modais é solução para Cuiabá e VG
PARCIAL