NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Sexta-feira, 24 de Junho de 2022

ILUSTRADO
Quinta-feira, 23 de Junho de 2022, 10h:07

DANUZA LEÃO

Danuza Leão: Veja momentos na vida da jornalista e escritora

Ela frequentou a alta sociedade e conheceu o líder comunista Mao Tsé-Tung

Da Folhapress - São Paulo
Danuza Leão

A jornalista e escritora Danuza Leão, que morreu na noite de quarta-feira (21), viveu várias vidas em uma com uma trajetória rica em experiências no Brasil e no exterior. Aos 20 se casou com Samuel Wainer, um dos jornalistas mais influentes do Brasil, e circulou entre importantes personalidades, como o presidente Getúlio Vargas e o líder da Revolução Chinesa Mao Tsé-Tung.

Na juventude ficou conhecida também pela produção de festas badaladas, mas ela deu uma guinada posterior em direção ao colunismo de comportamento e estilo de vida. Escreveu para a Folha de S. Paulo por mais de uma década, até que a colaboração foi encerrada em 2013.

Ela escreveu ao menos dez livros e entre eles se destacam reuniões de crônicas como "Na Sala com Danuza", volumes de comportamento como "É Tudo Tão Simples" e a autobiografia best-seller "Quase Tudo", publicada em 2005.

ENCONTRO COM LÍDER COMUNISTA

Em 1959, ela conheceu pessoalmente o líder da Revolução Chinesa Mao Tsé-Tung quando foi à China com o marido Samuel Wainer. Ela conta em seu livro de memórias "Quase Tudo" que na hora de tirar a foto com o líder comunista, deu um jeito de ficar ao lado dele.

TERRA EM TRANSE

Danuza interpretou a personagem Silvia em "Terra em Transe", do cineasta Glauber Rocha, considerado um dos cem melhores filmes do cinema brasileiro. O longa recebeu vários prêmios no exterior, como nos festivais de Cannes, de Cuba e de Locarno.

MODELO EM PARIS

Danuza foi uma das primeiras modelos brasileiras a desfilar em Paris. Ela conta em seu livro de memórias que com menos de 20 anos procurou o estilista Jacques Fath e conseguiu um emprego de modelo ganhando uma ninharia. No Brasil, a revista Manchete publicou que ela estava conquistando Paris. "Não era bem assim, mas os brasileiros acreditaram", disse a ex-modelo.

Danuza Leão com vestido do estilista Guilherme Guimarães, em 1966
Danuza Leão com vestido do estilista Guilherme Guimarães, em 1966 - Arquivo Pessoal

NASCIMENTO DA BOSSA NOVA

Irmã da cantora Nara Leão, Danuza viu a bossa nova nascer em seu apartamento em Copacabana, no Rio. Mas naquela época ela ainda não se dava conta do nascimento do gênero musical e enxergava Tom Jobim Jobim e João Gilberto como amigos da irmã mais nova, que se tornaria anos mais tarde uma das maiores cantoras da música popular brasileira. Nara morreu em 1989 vítima de um tumor no cérebro.

As irmãs Danuza e Nara Leão, que morreu em 1989 vítima de um tumor no cérebro
As irmãs Danuza e Nara Leão, que morreu em 1989 vítima de um tumor no cérebro - Arquivo Pessoal

‘NA SALA COM DANUZA’

Ela foi a autora do livro "Na Sala com Danuza" (1992), um dos mais impactantes sobre etiqueta e que ficou meses nas listas dos mais vendidos. Mas Danuza não explica na obra as regras da etiqueta, ela faz uma crônica da vida em sociedade e como pequenos gestos que melhoram o dia a dia ou uma gafe que pode ser evitada.

 

Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.




ENQUETE
Os casos de infecção por Covid voltaram a crescer em Mato Grosso. De quem é a culpa?
Do Poder Público, que "liberou geral" quando a pandemia diminuiu
De parte da população, que desconsiderou a necessidade da vacinação
Da Saúde Pública, que não intensifica campanha de conscientização
Das prefeituras, que decretaram o fim da obrigatoriedade das máscaras
PARCIAL