NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Sexta-feira, 24 de Junho de 2022

ESPORTES
Quarta-feira, 17 de Fevereiro de 2021, 12h:24

NOVA MUTUM

Centroavante com passagens por Botafogo e Bahia vai reforçar Nova Mutum

Alexandro  aguarda o término da primeira fase do Campeonato Carioca para se apresentar ao Mutum

ADMAR PORTUGAL
Da Reportagem
Alexandro

 

O Nova Mutum, atual campeão Mato-grossense, praticamente fechou o seu elenco para a disputa do Estadual 2021 com uma contratação pontual para o ataque.

Chega na próxima semana o experiente centroavante Alexandro Créu, de 34 anos, que tem passagens por clubes tradicionais do Brasil como Botafogo (RJ), Bahia (BA), Ponte Preta (SP) e Paysandu (PA).

Atualmente, o atacante defende o Sampaio Corrêa (RJ) e aguarda o término da primeira fase do Carioca no próximo fim de semana, para assim reforçar o clube de Mato Grosso na temporada 2021. Neste ano, ele já fez sete jogos e marcou dois gols.

No ano passado, Alexandro foi artilheiro da Série B1 do Carioca (2ª Divisão) com 10 gols marcados em 19 jogos na campanha de vice-campeão Sampaio Corrêa.

Natural de Cabo Frio (RJ), Alexandro passou pela categoria de base da Roma (ITA) e jogou por outros diversos times no Brasil, como Cabofriense, Resende, Santo André, América (RJ), Santa Cruz (PE), Náutico, Macaé, Tupi, Bangu, Penapolense, Novorizontino, Oeste, Portuguesa (RJ), Guarany de Sobral. Também atuou por Pohang Steelers (Coréia do Sul) e Emirates Club.

Estadual 2021 - Comandado pelo técnico Willian de Mattia, o Nova Mutum estreia no Campeonato Mato-grossense contra o Ação Santo Antônio, dia 28 de fevereiro, às 15h30, no estádio Valdir Doilho Wons, em Mutum. A equipe também disputará Copa do Brasil, Série D do Brasileiro e Copa Verde neste ano.

 


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.




ENQUETE
Os casos de infecção por Covid voltaram a crescer em Mato Grosso. De quem é a culpa?
Do Poder Público, que "liberou geral" quando a pandemia diminuiu
De parte da população, que desconsiderou a necessidade da vacinação
Da Saúde Pública, que não intensifica campanha de conscientização
Das prefeituras, que decretaram o fim da obrigatoriedade das máscaras
PARCIAL