NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Quinta-feira, 18 de Agosto de 2022

ECONOMIA
Quarta-feira, 15 de Junho de 2022, 08h:08

8,6 KM DE TRILHOS

Sema dá licença para trecho da 1ª Ferrovia Estadual de MT

O corredor logístico de 740 km que ligará os municípios de Rondonópolis, Lucas do Rio Verde e Cuiabá

Da Redação
Reprodução
Esta licença permite que a empresa Rumo S/A comece a construção dos primeiros trilhos da ferrovia ainda neste ano

A Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT) emitiu, na segunda-feira (13), a primeira Licença de Instalação (LI) para 8,67 km da 1ª Ferrovia Estadual de Mato Grosso.

O trecho fica localizado no município de Rondonópolis (212 km ao Sul de Cuiabá).  

Leia também:

STF marca para dia 15 julgamento de ação que trava Ferrogrão

Esta licença permite que a empresa Rumo S/A comece a construção dos primeiros trilhos da ferrovia ainda neste ano, nas proximidades do Parque Industrial Intermodal de Rondonópolis, além da logística e preparação de canteiros de obras, contratação de mão de obra, e transporte de materiais para o local. 

As licenças de Instalação serão emitidas por trecho. Estudos e Relatórios de Impacto Ambiental (EIA/Rima) foram entregues pela empresa para a análise da Sema, que considerou medidas de monitoramento, controle e mitigação de impactos. 

Para a liberação, houve a análise técnica do setor de licenciamento e vistorias presenciais de equipes ao local.

A Licença Prévia do empreendimento já foi referendada pelo Conselho Estadual de Meio Ambiente (Consema) em março deste ano, após audiência e consulta pública à sociedade.

Nas próximas etapas, o restante do traçado deve passar pelo licenciamento da Instação, e por último, licenciamento para operação. 

O projeto completo da 1ª Ferrovia de Integração Estadual prevê um corredor logístico de 740 km que ligará os municípios de Rondonópolis, Lucas do Rio Verde e Cuiabá.

A construção da ferrovia conecta Mato Grosso à malha ferroviária nacional, em direção ao Porto de Santos (SP).

O investimento previsto é de R$ 12 bilhões.


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.




ENQUETE
Cuiabá flerta, cada vez mais, com o rebaixamento no Brasileirão. De quem é a culpa?
Do treinador
Da torcida
Dos cartolas
Dos jogadores
PARCIAL