NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Quinta-feira, 18 de Agosto de 2022

ECONOMIA
Quarta-feira, 29 de Junho de 2022, 00h:00

CRIME AMBIENTAL

Garimpos ilegais são fechados em Poconé e Nossa Senhora do Livramento

Da Reportagem

Em apenas quatro dias, ações policiais constataram degradação ambiental e fecharam garimpos ilegais na região do Pantanal, em Mato Grosso. As fiscalizações ocorreram em Poconé e Nossa Senhora do Livramento, municípios localizados 104 e 42 km respectivamente de Cuiabá.

Na segunda-feira (27), a Operação conjunta “Guardiões do Pantanal” flagrou desmatamento ilegal em uma área de uma mineradora e de um garimpo, no município de Poconé. Na área, quatro pessoas foram flagradas atuando com desmatamento e extração ilegal de ouro e responderão por crime ambiental.

A fiscalização foi realizada pela Delegacia Especializada de Meio Ambiente (Dema) com apoio da Delegacia de Poconé, Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) e Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec). A ação resultou ainda no fechamento de um garimpo da região.

A operação foi deflagrada após denúncia. Com base nas denúncias, 12 agentes fiscalizaram a região, não sendo confirmada a denúncia de desmatamento em relação à mineradora. Em diligências na área de garimpo, após perícia, foi constatado o desmatamento e a extração ilegal de ouro no local, sendo encontrados maquinários que estavam sendo utilizados para a degradação do meio ambiente.

No local, foram apreendidos dois motores estacionários e uma escavadeira hidráulica. Outros dois motores estacionários utilizados para extração do ouro foram destruídos em razão da dificuldade de retirada de dentro da área de escavação. O garimpo foi embargado e fechado pelas equipes responsáveis pela operação.

Quatro funcionários que estavam no local foram conduzidos à Delegacia de Poconé, onde assinaram o termo circunstanciado de ocorrência (TCO) por crime ambiental. As investigações seguem em andamento e o responsável pelo garimpo e outros envolvidos responderão em inquérito policial pela prática do crime.

LIVRAMENTO – Na sexta-feira (24), policiais militares do Batalhão Ambiental (BPMPA) fecharam uma área de garimpo ilegal na zona rural de Nossa Senhora do Livramento (42 km ao sul da Capital). Um homem de 52 anos, proprietário da área, foi preso e multado em R$ 189 mil. Maquinários utilizados na área foram apreendidos pela equipe.

Lá, a equipe do Batalhão Ambiental recebeu denúncia anônima que informava sobre um garimpo que funcionava de maneira irregular, próximo de uma rodovia, em uma área de preservação permanente. Os policiais militares foram ao endereço indicado e identificaram uma grande área de desmatamento.

No local, a equipe foi recebida por um homem, que se apresentou como proprietário da área e responsável pelo empreendimento. Questionado sobre a documentação para o funcionamento do garimpo, o suspeito afirmou que não possuía autorização para realizar a ação.

A equipe do Batalhão Ambiental ainda identificou supressão da vegetação nativa e desvio do curso de água para despejo de rejeitos de minérios em um córrego. Os policiais militares também localizaram escavadeiras, motosserras e demais maquinários utilizados para degradação da área.

Diante da situação, o suspeito que se apresentou como proprietário da área foi conduzido para a delegacia e multado em R$ 189 mil. Todo o material encontrado nas terras foi apreendido pela equipe do Batalhão Ambiental.

 


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.




ENQUETE
Cuiabá flerta, cada vez mais, com o rebaixamento no Brasileirão. De quem é a culpa?
Do treinador
Da torcida
Dos cartolas
Dos jogadores
PARCIAL