NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Terça-feira, 16 de Agosto de 2022

ECONOMIA
Sexta-feira, 05 de Agosto de 2022, 09h:11

ECONOMIA

Bolsas da Ásia fecham em alta, com menor tensão geopolítica e à espera do payroll

Sergio Caldas
Estadão Conteúdo

As bolsas asiáticas fecharam em alta nesta sexta-feira, 5, em meio à redução de tensões geopolíticas ligadas a Taiwan e na expectativa para novos dados do mercado de trabalho dos EUA.

O índice acionário japonês Nikkei subiu 0,87% em Tóquio, a 28.175,87 pontos, ajudado por ações de empresas que divulgaram balanços positivos, enquanto o Hang Seng avançou 0,14% em Hong Kong, a 20.201,94 pontos, e o sul-coreano Kospi teve ganho de 0,72% em Seul, a 2.490,80 pontos.

Já em Taiwan, o Taiex saltou 2,27%, a 15.036,04 pontos, deixando de lado a recente cautela que dominou os negócios durante a polêmica visita que a presidente da Câmara dos Representantes dos EUA, Nancy Pelosi, fez à ilha esta semana, para desagrado do governo chinês. Em discurso no Japão, Pelosi disse hoje que os EUA "não permitirão" que a China isole Taiwan. Enquanto isso, os chineses deram prosseguimento a exercícios militares nos arredores da ilha.

Impulsionadas por ações do setor bancário, as bolsas chinesas também ficaram no azul. O Xangai Composto garantiu alta de 1,19%, a 3.227,03 pontos, e o menos abrangente Shenzhen Composto se valorizou 1,44%, a 2.166,01 pontos.

Investidores na Ásia e em outras partes do mundo também aguardam a publicação, nas próximas horas, do relatório de emprego dos EUA, o chamado payroll, que é crucial para as decisões de juros do Federal Reserve (Fed, o banco central americano). O grau de resiliência do mercado de trabalho do país ajudará a determinar o ritmo em que o Fed seguirá elevando juros nos próximos meses.

Na Oceania, o índice australiano S&P/ASX 200 avançou 0,58% na bolsa de Sydney, a 7.015,60 pontos, sustentado por papéis de mineradoras. Com informações da Dow Jones Newswires.

 

Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.




ENQUETE
Cuiabá flerta, cada vez mais, com o rebaixamento no Brasileirão. De quem é a culpa?
Do treinador
Da torcida
Dos cartolas
Dos jogadores
PARCIAL