NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Quinta-feira, 18 de Agosto de 2022

CUIABÁ URGENTE
Quinta-feira, 19 de Maio de 2022, 13h:54

DISPUTA PELO SENADO

Médica fala de pautas sociais; senador e deputado exaltam Bolsonaro

Da Redação

Reprodução

Natasha, Neri e WF

Natasha quer se diferenciar dos bolsonaristas Geller e WF, principalmente nos discursos que eles estão proibidos de fazer

Pré-candidata ao Senado, a médica Natasha Slhessarenko (PSB) começou a "endurecer" seu discurso, sem, no entanto, agredir os adversários.

Na verdade, pelo que se nota, ela busca se diferenciar de alguns deles - notadamente, os bolsonaristas  - com as denominadas "pautas sociais".

Leia também:

Deputado bolsonarista vê 'clima de terro' na Câmara e culpa o STF

“O país dividido preocupa muito. Os ataques às instituições, o país das fake news... As discussões são rasas, superficiais e há muito ódio. Estou extremamente preocupada. Isso tudo é muito ruim e está levando a um problema de relacionamento muito grave, com muitas brigas familiares acontecendo. Qual a lógica disso? Precisamos agregar, fazer um movimento pró-Brasil", disse Natasha, em recente aparição pública.

A filha de Serys Slhessarenko, quando nada, fala exatamente o que pré-candidatos como Wellington Fagundes (PL), Neri Geller (PP) e Antonio Galvan (PTB) não têm coragem para falar.

Ou simplesmente não podem porque irritariam a bolha que se formou em torno de Jair Bolsonaro (PL).

Esses três pré-candidatos ao Senado em Mato Grosso não discursam contra o ódio, não combatem as milícias digitais que espalham fake news e tampouco condenam a política econômica de caos no país.

Eles são incapazes de falar sobre a "fila do ossinho", da alta dos combustíveis, dos alimentos, do gás, do transporte e da energia elétrica.

Fazem ouvidos moucos aos apelos populares porque estão engajados na luta para tentar reeleger Bolsonaro.

Preferem a ladainha do "Pátria, Deus, Família e Liberdade", apoiando motociatas e carreatas que não levam a lugar algum.

Essa disputa por uma única vaga ao Senado, pelo andar da carruagem, promete...


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.




ENQUETE
Cuiabá flerta, cada vez mais, com o rebaixamento no Brasileirão. De quem é a culpa?
Do treinador
Da torcida
Dos cartolas
Dos jogadores
PARCIAL