NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Quarta-feira, 29 de Junho de 2022

CUIABÁ URGENTE
Segunda-feira, 16 de Maio de 2022, 14h:31

FILME REPETIDO

Marcha deve virar 'Motociata para Jesus', em louvor a Jair Bolsonaro

Da Redação

Presidência da República

Bolsonaro - motociata

Bolsonaristas preparam motociata com o presidente, como parte de evento religioso em Cuiabá

Não será só reza em louvor de Jair Bolsonaro (PL) que vai marcar a "Marcha para Jesus", que o Conselho de Ministros Evangélicos de Mato Grosso (Comec) programou para o dia 18 de junho, em Cuiabá.

Com o apoio dos pastores, o Movimento Direita de Mato Grosso já está articulando a realização de uma moticiata com a particiáção do presidente da República.

Leia também:

"Marcha para Jesus" em Cuiabá terá Bolsonaro como centro de "adoração"

O desfile de motos deve sair do Aeroporto Marechal Rondon, em Várzea Grande, até o Centro da Capital.

O evento, que deveria ter caráter puramente religioso, deve se transformar em um imenso palanque eleitoreiro para Bolsonaro e apoiadores que vão disputar as eleições em Mato Grosso.

Depois do culto eleitoral, promovido pela Assembleia de Deus, em abril, no Grande Templo, na Avenida do CPA, dois eventos, com direito a carreata, já foram realizados em Cuiabá, no mês passado.


2 COMENTÁRIOS:







Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.

Maria Batalha  17-05-2022 08:32:12
Rapaz, que patacoada!! Como é ridiculamente fácil os políticos brasileiros engajarem a população!!

Responder

1
0
Francisco Trigueiro  16-05-2022 18:44:08
Se Jesus voltasse ao mundo e viesse ao Brasil, sem dizer quem era, e começasse a fazer suas pregações de amor ao próximo, de não condenar os outros antem de cada um olhar para seus próprios defeitos e pecados, seria capaz desse povo que vai para essa ridícula motociata, levá-lo de novo a crucificação.

Responder

2
0



ENQUETE
Os casos de infecção por Covid voltaram a crescer em Mato Grosso. De quem é a culpa?
Do Poder Público, que "liberou geral" quando a pandemia diminuiu
De parte da população, que desconsiderou a necessidade da vacinação
Da Saúde Pública, que não intensifica campanha de conscientização
Das prefeituras, que decretaram o fim da obrigatoriedade das máscaras
PARCIAL