NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Quinta-feira, 18 de Agosto de 2022

CUIABÁ URGENTE
Terça-feira, 28 de Junho de 2022, 10h:47

'TRAIÇÃO' NA IGREJA?

Deputado tem nome apagado de lista de apoio da Assembleia de Deus

Da Redação

Secom-ALMT

Paulo Araújo

Paulo Araújo vê como traição dos evangélicos a retirada de apoio da Assembleia de Deus

Nos seus bastidores, os evangélicos, que costumam usar o nome de Deus em tudo o que fazem, também aprontam das suas.

Pode-se dizer, até, que eles também traem.

O deputado estadual Thiago Silva (MDB) não se conforma como fato de a cúpula da Igreja Assembleia de Deus ter relacionado seu nome entre os pré-candidatos apoiados pelos evangélicos, nas eleições deste ano, e, sem seguida, apagar seu nome da lista.

Leia também:

Pastores articulam pré-candidaturas à AL, Câmara e Senado em MT

Candidato à reeleição, Silva, que tem base em Rondonópolis (212 km ao Sul de Cuiabá), não se conforma, inclusive, pelo fato de ter sido preterido pelos pastores, que optaram por apoiar seu conterrâneio, o deputado Sebastião Rezende (União Brasil).

Os pré-candidatos ungidos pelos pastores, até esse momento, para a AL são, além  de Rezende: o pastor Jackson Messias, para a Assembleia Legislativa; o pastor Victório Galli (PTB) e o ex-vereador cuiabano Abílio Júnior (PL), para a Câmara Federal

O vereador Kássio Coelho (Patriotas) deve disputar o Senado.

A lista foi feita com o aval do presidente da Assembleia de Deus, pastor João de França, no dia 17, em assembleia-geral.

A entidade é vista com um reduto do bolsonarismo em Mato Grosso.


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.




ENQUETE
Cuiabá flerta, cada vez mais, com o rebaixamento no Brasileirão. De quem é a culpa?
Do treinador
Da torcida
Dos cartolas
Dos jogadores
PARCIAL