NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Terça-feira, 16 de Agosto de 2022

CIDADES
Sexta-feira, 05 de Agosto de 2022, 00h:00

OPERAÇÕES

Segurança reforça policiamento contra o crime em MT

Da Reportagem

A Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT) e Polícia Militar de Mato Grosso lançaram as operações “Metrópole Segura I” e “Força Total” na noite de quarta-feira (3), em Cuiabá. As ações integradas visam a diminuição dos índices criminais em todo o Estado, por meio da intensificação da presença policial.

Segundo a Sesp-MT, a operação “Metrópole Segura I” tem como foco a redução dos índices criminais das Regiões Integradas de Segurança Pública, em Cuiabá e Várzea Grande (Risp 1 e 2). Nestes locais, desde o começo do mês de agosto a Polícia Militar e o Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer) estão presentes, no intuito de controlar os indicadores criminais de homicídios, roubos e furtos.

“O objetivo da operação é trabalhar com o policiamento preventivo e ostensivo em determinados locais e horários pré-definidos, onde as equipes empenhadas trabalharão para zerar as incidências de roubos, furtos e homicídios nestes horários elegidos, conjuntamente ao policiamento ordinário e atendendo a todos os chamados de delitos criminais”, disse o secretário-adjunto de Integração Operacional da Sesp-MT, coronel PM Juliano Chiroli.

Ao mesmo tempo, a Polícia Militar desenvolve a operação “Força Total”, entre os dias 3 e 7 de agosto, com o objetivo de intensificar as ações de policiamento ostensivo geral, com abordagens, barreiras e rondas, garantindo a ordem pública e coibindo a prática de delitos criminosos nos 15 Comandos Regionais da PM, abrangendo todos os 141 municípios do Estado.

O subchefe de Estado Maior Geral da PM, coronel Wilker Soares Sodré, ressaltou que a presença da Polícia Militar em todos os municípios de Mato Grosso é de suma importância para a manutenção da segurança pública no Estado e que a “Força Total” tem por objetivo aumentar o efetivo policial, junto a jornada extraordinária.

“Hoje podemos observar claramente o aumento da presença policial, causando maior sensação de segurança à população, onde em determinados horários e locais nosso efetivo chega a dobrar, onde estão sendo realizadas operações focais, visando sempre a diminuição dos índices criminais”, afirmou.

 


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.




ENQUETE
Cuiabá flerta, cada vez mais, com o rebaixamento no Brasileirão. De quem é a culpa?
Do treinador
Da torcida
Dos cartolas
Dos jogadores
PARCIAL