NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Domingo, 22 de Maio de 2022
CIDADES
Terça-feira, 04 de Janeiro de 2022, 00h:00

PLANEJAMENTO

Obras estruturantes integram pacote de investimentos previstos para Cuiabá

Entre as obras previstas, estão construção do Contorno Leste, novos parques florestais e uma torre com restaurante giratório, no Morro da Luz

JOANICE DE DEUS
Da Reportagem
Emanuel Pinheiro

A pandemia do coronavírus impôs uma série desafios aos gestores públicos ao longo de 2021. Em Cuiabá, 2022 começa com a perspectiva da Prefeitura Municipal de crescimento econômico associado à melhoria das condições de vida da população. Para isso, estão previstos investimentos da ordem R$ 895 milhões em programas governamentais e obras públicas, como a construção do Contorno Leste, criação de novos parques florestais e até de uma torre com restaurante giratório, no Parque Antônio Pires, mais conhecido como Morro da Luz.

Para o período de quatro anos, são 4,1 bilhões previstos na lei que sanciona o Plano Plurianual do Município (PPA 2022-2025). Do montante são R$ 895 milhões neste ano, R$ 940 milhões em 2023, R$ 987 milhões em 2024 e R$ 1,36 bilhões em 2025. O PPA é um instrumento de planejamento governamental que define diretrizes, objetivos e metas da administração pública municipal para as despesas e outros serviços, com o propósito de viabilizar a implementação e a gestão das políticas públicas.

Trata-se de peça orçamentária obrigatória, sendo que na Capital o PPA foi construído a partir do Plano Estratégico estabelecido na Agenda Cuiabá 2030, que dimensiona objetivos e metas a serem alcançados pela administração municipal nos próximos dez anos para tornar o município como referência mundial por ser uma Capital humanizada, sustentável, moderna e de oportunidades.

“A inserção da Agenda Cuiabá 2030 no PPA traduz os nossos compromissos assumidos com a Sociedade Cuiabana, a partir da adesão ao Pacto Global da ONU – Agenda 2030 e do Programa Cidades Sustentáveis. Com esse planejamento, queremos transformar Cuiabá de forma sustentável com medidas ousadas para promover um desenvolvimento sustentável, um planeta em prosperidade, que busca fortalecer a paz universal. Lembrando também quanto aos 17 Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) para erradicar a pobreza e promover vida digna para todos”, afirma Emanuel Pinheiro, prefeito de Cuiabá.

Segundo ele, a consolidação da Agenda 2030 no PPA de Cuiabá possibilitará o melhor atendimento, na busca dos melhores resultados, que transforme, cada dia mais, numa Cuiabá melhor para se viver. “Vamos entregar inúmeras obras estruturantes, estratégicas e impactantes estão previstas para a Capital, nesse momento tricentenário, como a reestruturação do Mercado do Porto e a reestruturação do Mercado Municipal”, disse por meio da assessoria de imprensa.

Pinheiro cita ainda a implantação de novos parques florestais, a reestruturação do Horto Florestal, uma trincheira no cruzamento entre a Avenida Itália e a Avenida das Torres, o Viaduto na Avenida Beira Rio, próximo à ponte Sérgio Mota e a torre com restaurante giratório com vistas para toda a Capital, no Morro da Luz. “E, com 18 quilômetros de extensão, a maior obra será o Contorno Leste, com 18 quilômetros de extensão, ligando o Coxipó à Rodovia Emanuel Pinheiro (MT-251) e beneficiando diretamente a 21 bairros, entre outras”.

O secretário municipal de Planejamento, Eder Galiciani, afirma também que a meta da gestão é avançar. “A função do planejamento, preconizada na Constituição Federal, busca garantir um processo técnico e político para as ações municipais, como um processo político alicerçado nas decisões sobre as prioridades de ações para alcançar o futuro desejado, detalhou.

O prefeito avalia ainda que Cuiabá vem se consolidando na terra de oportunidades, diante dos novos empreendimentos que contribuirão para a movimentação econômica da cidade. “O maior desafio é o de proporcionar aos cidadãos cuiabanos um atendimento digno e respeitoso. E grande parte da população tem como única alternativa o atendimento pelo SUS. Essa é uma das premissas da minha gestão. Fazer o melhor por Cuiabá. Mais do que um mecanismo de gestão, este documento é um refinamento dos compromissos pactuados com os cidadãos durante o processo eleitoral, o conteúdo do Plano de Governo, além das Demandas dos Conselhos de Políticas Públicas (CPP)”, concluiu. (Com assessoria de imprensa)

 


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.




ENQUETE
Você acha que se justifica a polêmica entre Governo e Prefeitura em torno de VLT e BRT?
Tudo não passa de interesses político-eleitorais
O VLT já era. Obra deveria ter saído em 2014
O BRT não vai melhorar o sistema de transporte público
Qualquer um dos modais é solução para Cuiabá e VG
PARCIAL