NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Sábado, 22 de Janeiro de 2022
CIDADES
Quinta-feira, 12 de Agosto de 2021, 00h:00

PANDEMIA

Mais de 912 mil pessoas ainda não receberam nenhuma dose contra Covid-19

No Estado, o público vacinável é de 2,5 milhões de pessoas acima dos 18 anos de idade

JOANICE DE DEUS
Da Reportagem
No Estado, o público vacinável é de 2,5 milhões de pessoas acima dos 18 anos de idade

Em Mato Grosso, o público considerado vacinável contra a Covid-19 é de 2.545.126 pessoas com ou acima dos 18 anos de idade. Para atingir esse grupo, o Ministério da Saúde (MS) encaminhou pouco mais de 2,9 milhões de doses de imunizantes. Deste total, 2,2 milhões já foram aplicadas, sendo 1.632.894 referentes a primeira dose e 631.728 de segunda dose. Isso significa que, passados cerca de sete meses da campanha de vacinação contra a doença, o Estado ainda tem 912.232 cidadãos na faixa etária elegível sequer receberam a primeira dose de esperança contra o coronavírus.

“Temos um milhão, aproximadamente 1,5 milhão pessoas, para fechar o ciclo vacinal (com duas doses). Até agora não recebemos vacinas superior à nossa população, mas o Ministério da Saúde tem enviado mais doses para equalizar com os outros estados", disse o secretário de Estado de Saúde, Gilberto Figueiredo, em entrevista à imprensa. O governo também vai ajustar a distribuição de doses aos municípios para que todos avancem na imunização com um percentual semelhante.

Vale lembrar que a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou a vacinação com a Pfizer de adolescentes com ou acima dos 12 anos de idade. Em julho passado, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, que adolescentes de 12 a 17 anos serão incluídos no Plano Nacional de Imunização (PNI) após envio da primeira dose para a vacinação dos adultos com mais de 18 anos. Adolescentes com comorbidades serão os primeiros a serem imunizados.

Conforme Figueiredo, o Estado continua seguindo o PNI, com o avanço da vacinação por idade. “Quando o Ministério da Saúde fizer uma alteração, vamos acatar as autorizações, mas, enquanto isso não ocorrer, vamos continuar assim, pois descumprir o plano caracteriza improbidade administrativa e não é o que queremos", frisou. A expectativa do MS é vacinar toda a população contra o coronavírus ainda em 2021.

Ainda ontem (11), o Ministério da Saúde encaminhou de 33.800 doses de vacinas ao Estado, que até a tarde da última terça-feira (10) contabilizava 500.540 casos confirmados e 13.056 óbitos em decorrência do coronavírus. Do total, 8.784 estão em isolamento domiciliar e 477.259 recuperados. A taxa de ocupação está 75,35% para UTIs e em 31% para enfermarias.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (101.851), Rondonópolis (35.586), Várzea Grande (33.453), Sinop (23.940), Sorriso (17.365), Tangará da Serra (17.006), Lucas do Rio Verde (14.913), Primavera do Leste (13.506), Cáceres (10.906) e Barra do Garças (10.243).

Já o panorama da situação epidemiológica da Covid-19 aponta que 11 municípios registram classificação de risco alto para o coronavírus. São eles: Água Boa, Alta Floresta, Figueirópolis D’ Oeste, Jangada, Nova Xavantina, Novo São Joaquim, Primavera do Leste, Salto do Céu, Santa Rita do Trivelato, São José do Povo e Sapezal.

Outras 130 cidades estão classificadas na categoria moderada para a contaminação do coronavírus. Nenhum município foi classificado com risco muito alto ou baixo de transmissão do vírus.

 


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.




ENQUETE
Como você vê a montagem do elenco do Cuiabá para a Série A?
Dentro do que se esperava
Tem que melhorar muito
Precisa de jogadores experientes
Não se pode fazer milagre
PARCIAL