NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Terça-feira, 24 de Maio de 2022
CIDADES
Quinta-feira, 12 de Maio de 2022, 00h:00

ANUÁRIO

Denúncias de violência contra mulher aumentam 51% em Cuiabá

Da Reportagem

A Delegacia Especializada de Defesa da Mulher (DEDM) de Cuiabá registrou aumento nas denúncias de violência contra as mulheres nos últimos dois anos. Em 2020, foram realizados 2.061 atendimentos considerando apenas àqueles realizados às vítimas do sexo feminino. Já em 2021, foram 3.110 ocorrências, o que representa incremento de aproximadamente 51% no número de mulheres assistidas no período.

Os dados constam no Anuário Estatístico 2021, divulgado pelo quinto ano consecutivo pela Delegacia Especializada. O documento aborda as principais informações das ocorrências registradas, como dias da semana, horário dos fatos, bairros com maior número de registros, perfil da vítima e do autor segundo descrições da vítima no momento do atendimento.

Entre os crimes mais denunciados, em primeiro lugar aparecer o de ameaça com um total de 1.467 ocorrências (29,7%), seguido de lesão corporal com 931 casos (18,9%), injúria com 622 (12,6%) e injúria real com 397 (8%). Em relação a violência sexual, verificou-se que o delito concernente ao estupro de vulnerável, no caso dos atendimentos da Delegacia da Mulher, ocuparam maior incidência, com 41 casos registrados contra 30 casos em relação ao estupro comum, conforme o caput do artigo 213 do Código Penal (CP).

Quanto aos vínculos do agressor a maioria dos casos é praticada por conviventes, com um total de 976 denúncias (30,3%). Após, vem ex-convivente com 755 casos (23,4%); marido com 269 (8,4%), ex-marido com 225 (7%) e ex-namorado 164 (5,1%). Ainda, segundo o levantamento, a motivação passional acumulou 52,1% dos registros, seguida da motivação violência doméstica com 26,9% do total de casos registrados e álcool (8,2%).

Em relação aos bairros, o Pedra 90 desponta como a região mais afetada, sendo necessário salientar que este reúne os bairros Pedra 90 I, II e III, com 127 ocorrências, enquanto que o Grande CPA, que reúne, CPA I, II, III e IV conta, atualmente com 216 ocorrências. Já o mês de maior incidência de crimes, em 2021, foi outubro, com 302 atendimentos, o que representou 9,7 % do total de ocorrências, seguido pelo mês de agosto com 9,2%.

Já o dia da semana com maior quantidade de registros foi o domingo, com 22,4 % das ocorrências, seguido por sábado que corresponde a 20,2 % dos fatos. “Nesse aspecto, a estatística revela que o enfrentamento à violência perpassa por políticas de atendimento 24 horas, inclusive finais de semana. Em Cuiabá, um dos fundamentos da manutenção de um plantão 24h de violência doméstica pode estar na demonstração de que as mulheres estão mais vulneráveis em relação a órgãos de acolhimento e sofrem mais violência em fins de semana”, aponta a delegada de Polícia, Jozirlethe Magalhães Criveletto, responsável pelo Anuário.


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.




ENQUETE
Você acha que se justifica a polêmica entre Governo e Prefeitura em torno de VLT e BRT?
Tudo não passa de interesses político-eleitorais
O VLT já era. Obra deveria ter saído em 2014
O BRT não vai melhorar o sistema de transporte público
Qualquer um dos modais é solução para Cuiabá e VG
PARCIAL