NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Sábado, 25 de Junho de 2022

AMBIENTE
Quarta-feira, 13 de Abril de 2022, 10h:18

PROTEÇÃO AMBIENTAL

Captura de animais silvestres na cidade aumenta em até 35%

Serpentes, jacarés, capivaras e gambás são algumas das espécies capturadas pela PM

Da Reportagem
PMMT
Entre os animais capturados pela Polícia Ambiental, na área metropolitana, estão jacarés

Entre janeiro e março de 2022, o Batalhão de Polícia Militar de Proteção Ambiental (BPMPA) resgatou 291 animais silvestres, na região metropolitana de Cuiabá.

Serpentes, jacarés, capivaras e gambás são algumas das espécies capturadas pelos policiais ambientais da Polícia Militar.

No primeiro trimestre de 2021, os policiais ambientais da unidade fizeram o resgate 214 bichos silvestres.

Leia também:

Ação da PF mira desmatamento ilegal em terra indígena em MT

Onça morta no Pantanal era monitorada desde novembro de 2021

Neste ano, o número saltou para 291 espécies, como jiboias, jacarés, gambás, capivaras, aves, dentre outros animais que estavam em situação de risco.

A quantidade representa um crescimento de 35% nos chamados.

O comandante da unidade especializada, tenente-coronel Fagner Augusto do Nascimento, explica que a população não deve fazer, por conta própria, o manejo dos animais.

“Reforçamos a necessidade de emprego do Batalhão Ambiental da PM para realizaram a captura ou resgate destes animais para evitar risco de acidentes ou patológicos na transmissão de doenças”, disse.

Os acionamentos da equipe ambiental podem ser feitos via 190 ou disque-denúncia da PMMT.

Os animais resgatados são levados para um Centro de Atendimento, que funciona no Batalhão, em Várzea Grande, onde o atendimento é feito por meio de parceria da Polícia Militar com a Secretaria de Meio Ambiente (Sema).

Já os animais debilitados ou maltratados recebem assistência de hospitais universitários da capital.

Depois, dependendoo da reabilitação, podem ser devolvidos à natureza.

A PM reforça que a população pode contribuir e fazer denúncia, sem precisar se identificar, por meio do 190 ou disque-denúncia 0800-065-3939.


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.




ENQUETE
Os casos de infecção por Covid voltaram a crescer em Mato Grosso. De quem é a culpa?
Do Poder Público, que "liberou geral" quando a pandemia diminuiu
De parte da população, que desconsiderou a necessidade da vacinação
Da Saúde Pública, que não intensifica campanha de conscientização
Das prefeituras, que decretaram o fim da obrigatoriedade das máscaras
PARCIAL