NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Terça-feira, 04 de Agosto de 2020
Primeira Página
Terça-feira, 28 de Agosto de 2018, 19h:12

ELEIÇÕES 2018

Pedro Taques afirma que Estado avançou na segurança

Mato Grosso não registrou nenhuma morte em decorrência da violência nesta semana (de 20 a 26 de agosto). A estatística foi comemorada pelo governador Pedro Taques (PSDB), candidato à reeleição, nesta segunda-feira (27), em encontro com servidores do Sistema de Segurança do Estado. Taques lembrou que o governo avançou muito em segurança: o investimento no setor saltou de 1.126 bilhão em 2014 para 1.863 bi investidos em 2017. "Se existe uma área que nós avançamos é a área de segurança pública. A pergunta que se faz não é o que nós fizemos, nem como fizemos, mas porque nós fizemos isso. Fizemos isso para que o cidadão pudesse ter paz, tranquilidade, viver bem. Para que pudéssemos e possamos caminhar sem o receio e medo de morrer e de ter nossa integridade violada. Já mostramos que somos capazes de melhorar a realidade da segurança, por isso, estamos otimistas e prontos para seguir avançando", garantiu Taques. Taques lembrou dos feitos da segurança destacando a maior convocação de homens e mulheres para as forças. Desde 2015, foram chamadas 3.663 pessoas. O Corpo de Bombeiros que havia recebido nos últimos 10 anos apenas 75 soldados conta agora com 450 novos membros. Com a presença em massa de servidores efetivos, ou seja, aprovados por concurso público, o governador lembrou que honrou o compromisso com os policiais e hoje a Polícia Civil de Mato Grosso é um exemplo para o Brasil, sendo a primeira em número de inquéritos relatados. "Temos números positivos muito expressivos. Na semana passada, por exemplo, a Folha de São Paulo mostrou que Cuiabá foi a Capital que mais reduziu os homicídios, com a queda de 30% das mortes violentas. É o resultado do esforço da nossa tropa, aliado aos investimentos em estrutura de trabalho como armamento, coletes, viaturas", explicou Taques.

Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.




ENQUETE
Como você vê as acusações entre Mauro Mendes e Emanuel Pinheiro sobre o caos na pandemia?
O governador é o culpado
O prefeito da Capital também tem culpa
Essa briga prejudica as ações de combate à Covid-19
É uma disputa político-eleitoral
PARCIAL