NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Segunda-feira, 13 de Julho de 2020
Primeira Página
Segunda-feira, 09 de Julho de 2018, 19h:08

TUCANOS

Mostrar obras é o trunfo de Taques, segundo Wilson Santos

A fim de alavancar o governador Pedro Taques (PSDB) para a corrida eleitoral deste ano, o grupo governista aposta na divulgação das ações do gestor tucano durante os quatro anos de mandato. O deputado estadual Wilson Santos (PSDB), líder do governo na Assembleia Legislativa, afirma que o principal norte da campanha de Taques será mostrar ao eleitor todas as obras desenvolvidas durante a gestão tucana, tendo em vista que uma pesquisa de consumo interno mostrou essa lacuna na administração do governador. “O que mais nos empolga é que, nós temos pesquisas de consumo interno que mostram que, em torno de 70% da população não conhecem as obras de Pedro Taques, e quando essas pessoas são perguntadas, quando elas passam a ter conhecimento, mais de 40% admitem o voto. Isso o que vai acontecer, a campanha vai permitir nós mostrarmos o que foi feito”, explicou. Diante desta “lacuna, o parlamentar acredita que não será difícil garantir a permanência de Taques no Palácio Paiaguás. “Quando o cidadão tiver consciência do que o governo Pedro Taques fez, a maioria vai votar pelo Pedro, não vai arriscar. Ela sabe que já fez um caminho enorme, não vai eleger um outro para começar tudo de novo da estaca zero. O Pedro já fez uma boa caminhada, e a população já deu ao Blairo, já deu ao Dante a segunda oportunidade, e vai dar ao Pedro a segunda chance também”, finalizou. No que tange aos ataques dos adversários, Wilson Santos afirma que a oposição está assustada com a postura adotada pelo governador. Para ele, os oposicionistas não esperavam uma reação do gestor tucano. “Os ataques não nos surpreende. A oposição está assustada, porque não esperava que o Pedro pudesse reagir da forma como está reagindo. Mas isso é só o começo, vão aumentar, vão ser cada vez mais duros, mais graves, mas nós já estamos calejados nessas disputas e estamos preparados”, garante Wilson. O parlamentar tucano acredita que durante a campanha eleitoral esses ataques serão intensificados, mas aposta na reeleição de Taques. “Apesar da crise, o governo fez muito. O governo e defensável em todos os aspectos. Vamos apanhar muito, vamos ser agredidos veentemente, mas nós vamos ultrapassar tudo isso e vamos sair lá na frente”, pontuou. Para ele, os principais ataques virão da chapa que será encabeçada pelo ex-prefeito de Cuiabá Mauro Mendes (DEM), tendo em vista a contratação do ex-senador Antero Paes de Barros como marqueteiro. “Antero é um dos melhores marqueteiros do Brasil, e ele não tem limites, não mede a consequência. Nós sabemos que vamos enfrentar um profissional duríssimo de ser batido, mas ele sabe também que aqui não tem moleza”, pontuou. Apesar disso, Wilson Santos não vê Mendes como a principal ameaça de Taques nas urnas. “Não, não é. A campanha vai mostrar que não”, enfatizou. No que diz respeito a formação do arco de alianças, o deputado afirma que a expectativa é chegar a doze partidos até a convenção, o que irá proporcional a coligação algo em torno de cinco minutos de tempo de TV. “Nós vamos ter uma aliança de sete a doze partidos, vamos ter um tempo o suficiente, porque além deste tempo individualizado por partido ainda tem mais um terço que é repartido igual para todos. Então vamos ter aí de quatro a cinco minutos, que é o suficiente”, diz. Questionado sobre as legendas que poderão integrar o grupo, o parlamentar tucano desconversa. “Vai ter surpresa aí, vai ter partido aí que ninguém espera”, garante. Vale lembrar que, diante da conjuntura nacional, pode ser que o PSD caia no colo de Taques novamente. O partido rompeu com o governador em março deste ano e desde então tem estreitado laços coma oposição. (KA)

Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.




ENQUETE
O que você acha da decisão da CPI do Paletó de pedir o afastamento do prefeito?
Ele tem que ser afastado
Ele tem que ser cassado
Ele é inocente
Tanto faz
PARCIAL