NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Sábado, 08 de Agosto de 2020
Primeira Página
Segunda-feira, 25 de Junho de 2018, 19h:00

ELEIÇÕES 2018

Emanuel anuncia apoio a Jayme Campos

O prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro (MDB) afirma que irá formalizar ao MDB ainda esta semana, o seu pedido para apoiar Jayme Campos (DEM) ao Senado Federal no pleito de outubro deste ano. O chefe do Executivo Municipal afirma apoiará a candidatura do democrata, independente da coligação que será formada pelo seu partido. Vale lembrar que o MDB integra o arco de alianças que apoia a candidatura do senador Wellignton Fagundes (PR) ao Governo do Estado. A legenda, inclusive, deve indicar o vice da chapa. Jayme, por sua vez, integra o grupo que possui o ex-prefeito e Cuiabá Mauro Mendes (DEM) como pré-candidato ao Palácio Paiaguás. Para Pinheiro, entretanto, isso não é empecilho para apoiar Jayme no pleito deste ano. O prefeito afirma que irá acompanhar o partido no que tange a eleição de governador, mas reitera o seu apoio ao democrata na eleição ao Senado sob a justificativa de que ele representa a baixada cuiabana. “Eu quero a baixada cuiabana no Senado Federal. Eu quero Cuiabá no Senado Federal e Jayme, como ex-governador e ex-senador, tem a cara da baixada, ele representa muito bem Cuiabá e eu me dou contemplado, dentro desses nomes que aí estão, de ser coerente com o meu maior partido que é Cuiabá. Então, eu vou formalizar esse meu pedido a meu partido e a coligação, que independente das composições que vierem a se concretizar, eu quero apoiar Jayme campos ao senado”, finalizou. (KA)

Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.




ENQUETE
Como você vê as acusações entre Mauro Mendes e Emanuel Pinheiro sobre o caos na pandemia?
O governador é o culpado
O prefeito da Capital também tem culpa
Essa briga prejudica as ações de combate à Covid-19
É uma disputa político-eleitoral
PARCIAL