NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Sexta-feira, 07 de Agosto de 2020
POLÍTICA
Quarta-feira, 08 de Julho de 2020, 18h:14

ELEIÇÕES 2020

Indefinição de Pinheiro abre brecha para pré-candidaturas

Três partidos da base do prefeito sinalizam que podem lancar nomes própios na disputa pelo Alencastro

KAMILA ARRUDA
Da Reportagem
Davi Vale/Sicom
Com o resultado, o Emanuel Pinheiro permanece no cargo e não será subemetido a uma Comissão Processante

A postura do prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) quanto ao pleito deste ano não tem agradado aos partidos de sua base aliada. A indefinição quanto à reeleição está fazendo com que as agremiações se articulem sozinhas para a eleição municipal.

Tanto é que, ao menos três legendas já manifestaram o interesse em encarar a disputa majoritária caso o chefe do Executivo Municipal opte por não disputar a reeleição neste ano.

A última foi o Partido Verde (PV), que admitiu lançar o nome do ex-secretário municipal José Roberto Stopa para a Prefeitura de Cuiabá. A medida é reflexo das últimas declarações do chefe do Executivo Municipal que, no início desta semana, afirmou não ter dificuldades em apoiar a candidatura do presidente da Assembleia Legislativa, Eduardo Botelho (DEM), para Prefeitura de Cuiabá.

Ao que parece, a postura de Pinheiro não agradou aos partidos do arco de aliança. Membro do PV na Capital, o vereador Justino Malheiros garante que o partido estará com o prefeito até o último momento, apostando no projeto de reeleição do emedebista. 

No entanto, afirma que, caso o chefe do Executivo recue e venha apoiar outra possível candidatura, como a do deputado Botelho, o PV lançará projeto próprio, com o ex-secretário de Serviços Urbanos.

Justino destaca que essa discussão já avançou em reunião do PV, e enfatiza que uma candidatura a prefeito de Stopa daria trabalho para os concorrentes e tem reais chances de vitória, mas além disso, seria importante para o crescimento do partido no estado.

Vale ressaltar, entretanto, que o PV não é a única agremiação que possui esses mesmos planos. Diante da indefinição de Pinheiro, o PTB também já anunciou que poderá ter candidatura própria caso o chefe do Executivo não vá à reeleição.

O mais cotado até então é o presidente da Câmara de Cuiabá, vereador Misael Galvão (PTB). O nome do parlamentar foi referendado, inclusive, pelo ex-prefeito Chico Galindo, presidente do PTB em Mato Grosso.

 Porém, caso Pinheiro decole com o seu projeto de reeleição, a legenda garante apoio ao emedebista e ainda afirma que irá brigar pela vaga de vice. O mais cotado para isso é o vereador Adevair Cabral.

Nesta mesma situação encontra-se o PSDB. Após o ex-vereador Paulo Borges ter colocado o seu nome a disposição do partido para a disputa majoritária, a legenda já passa a considerar a possibilidade de candidatura própria.

Além do PV, PTB e PSDB, Pinheiro ainda conta com o apoio do MDB, PP, PRTB, PSD, PL, PSC, PSB, PMB, Republicanos e Avante.

 
 

Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.




ENQUETE
Como você vê as acusações entre Mauro Mendes e Emanuel Pinheiro sobre o caos na pandemia?
O governador é o culpado
O prefeito da Capital também tem culpa
Essa briga prejudica as ações de combate à Covid-19
É uma disputa político-eleitoral
PARCIAL