NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Sábado, 19 de Setembro de 2020
POLÍTICA
Quarta-feira, 16 de Setembro de 2020, 14h:30

SUCESSÃO NO ALENCASTRO

França defende campanha "limpa" e diz que está pronto para brigar

Ex-prefeito diz que não irá tolerar ataques pessoais, mas focará campanha em plano de gestão

KAMILA ARRUDA
Da Reportagem
Dinalte Miranda/Diário de Cuiabá
Roberto França foi oficializado pelo Patriota como candidato a prefeito da Capital

Com sua candidatura à Prefeitura de Cuiabá oficializada em convenção partidária, o ex-prefeito Roberto França (Patriota) garante que irá fazer uma campanha "limpa", voltada para os debates construtivos de propostas.

No entanto, observou que não irá tolerar ataques pessoais de seus adversários. 

“Para os menos desavisados que, se quiserem vir para a porrada, eu estou pronto e sei brigar. Vou brigar com quem vier, tenho resposta na ponta língua. França nunca foi covarde e não vai ser desta vez que vou me acovardar”, afirmou.

Para França, a população cuiabana está cansada de “baixaria”. Ele disse que espera ouvir propostas dos demais postulantes ao comando do Palácio Alencastro.

“A nossa missão é árdua, difícil, e vamos chegar com objetivo e fazendo uma campanha limpa. Meu objetivo não é atacar e nem agredir de ninguém. Farei uma campanha de proposta, pois povo está cansado de baixaria”, disse.  

O Patriota oficializou o nome de França para a disputa majoritária da Capital na noite de terça-feira (15), durante convenção partidária.

Ele irá encarar a disputa com o vereador Marcelo Bussiki (DEM) como seu candidato a vice-prefeito.  

A coligação conta, ainda, com o apoio do PSD, Republicanos e PSL.

França infirmou que está conversando com outros três partidos, e pode aumentar esse arco de alianças, ainda nesta quarta-feira (16).

O ex-prefeito, entretanto, não quis revelar quais são as agremiações para, segundo ele, não atrapalhar as negociações. 

Conforme França, a coligação receberá o nome de “Todos por Cuiabá”, assim como na sua última disputa eleitora, em 2000.

TEMPO E PALETÓ - “Estávamos contando com a chapa pura e só com oportunidade de debate com o Roberto. Mas essa composição vai aumentar muito o tempo de propaganda eleitoral, em quase quatro minutos. Tenho certeza de que vamos culminar em uma grande vitória”, afirmou o ex-deputado federal Victório Galli, presidente regional do Patriota. 

Para o ex-parlamentar, o tempo de TV irá ajudar o ex-prefeito a sair vitorioso do pleito, uma vez que poderá mostrar todo o seu trabalho e suas propostas para a Capital.  

“Roberto França poderá mostrar o seu Programa de Governo, a sua experiência e o que ele já fez em Cuiabá. Ele deixou mais de mil obras em dois mandatos, foi uma pessoa que trabalhou de forma bacana, criou projetos importantes, como o Siminina – que foi abandonado – e o ‘Bom de Bola, Bom de Escola’. Tudo isso será retomado”, disse. 

Além disso, Galli acredita que o eleitorado de França irá aumentar, em detrimento a do prefeito Emanuel Pinheiro (MDB).

Em seu entendimento, a recente decisão da Justiça Federal, que acatou a denúncia do Ministério Público Federal (MPF) contra o atual chefe do Executivo Municipal ,irá pesar na decisão do eleitor. 

“O vídeo do Paletó ficou muito marcante, correu a nível nacional e isso vai pesar muito na decisão do eleitor. Tenho certeza que o eleitor cuiabano vai fazer uma avaliação nesse sentido e vai votar, de fato, em quem já trabalhou, prestou serviço e tem experiência em Cuiabá”, completou Galli. 

ALIANÇA – Até a manhã de terÇá-feira (15), o Patriota iria encarar a disputa majoritária na Capital com chapa pura.

A legenda estava em conversação com o DEM, mas não havia chegado a um consenso, uma vez que o suplente de senador Fabio Garcia (DEM) não recuava de sua pré-candidatura para compor como vice de França. 

Após uma avaliação do cenário político, por meio de pesquisas eleitorais, o DEM, sob a orientação do governador Mauro Mendes (DEM), optou por abrir mão de candidatura própria e indicou Bussiki como vice do apresentador.

Com isso, ainda acabou levando o PSD e o PSL para o arco de alianças. 

CURRÍCULO - França foi eleito prefeito de Cuiabá, pela primeira vez, em 1996.

Começou a carreira política em 1970, ao ser eleito vereador de Cuiabá.

Foi eleito deputado estadual em 1974, 1978, 1982, 1986 e 1990 e deputado federal em 1994.

Candidatou-se a prefeito de Cuiabá em 1988, mas foi derrotado por Frederico Campos.

Ao deixar o Palácio Alencastro, França ocupou vários cargos públicos e, durante anos, foi apresentador do programa "Resumo do Dia", na TV Brasil Oeste.


2 COMENTÁRIOS:







Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.

Marcos  17-09-2020 08:57:22
Com Victório Galli, Presidente do Patriota, estou fora ... Sabemos onde isso vai dar.

Responder

0
0
aparecido g spolador  16-09-2020 15:15:56
Grande Homem COMO PESSOA Grande Homem Politico, Cuiaba precisa de PESSOAS desse nivel. Parabens amigo PODE contar comigo se voce lembar da minha pessoa. GERSON SPOLADOR

Responder

0
0



ENQUETE
MT terá eleições simultâneas para vereador, prefeito e senador? Você já escolheu seus candidatos?
Sim
Não
Vou anular os votos
Nenhum dos candidatos presta
PARCIAL