NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Domingo, 24 de Janeiro de 2021
POLÍCIA
Sexta-feira, 08 de Janeiro de 2021, 14h:51

CRIME E MISTÉRIO

Usuário de drogas pode ter sido sequestrado e morto por facção

Douglas Gomes, 24 anos, veio do PR passar férias com a família em MT. Comando Vermelho é suspeito

TÉO GOMES
Da Reportagem
Divulgação
A morte do rapaz por suposta facção é investigada pela Polícia Civil

Usuário de drogas e com uma tatuagem parecida com as usadas por membros de uma conhecida facção criminosa, o  jovem Douglas Silvério Gomes, de 24 anos, pode ter sido sequestrado, julgado pelo denominado "tribunal do crime" e executado.

Douglas, que morava no Estado do Paraná, veio passar férias em Mato Grosso, na casa de parentes,cidade de Campo Verde (140 Km ao Sul de Cuiabá), e desapareceu misteriosamente, no primeiro dia de 2021.

A família suspeita que o jovem foi sequestrado por membros do Comando Vermelho (CV).

Dias antes, ele gravou um vídeo e enviou para familiares, dizendo que estava com medo.

Ele contou, no vídeo, que membros do Comando Vermelho o "estranhavam" e achando que ele era da facção rival, o Primeiro Comando da Capital (PCC).

Segundo informações da família, a suspeita é de que o jovem tenha sido confundido e sequestrado por integrantes da facção criminosa.

O DESAPARECIMENTO -  A família confirmou que Douglas era usuário de drogas e que, na madrugada do dia 1º, teria tido uma crise de abstinência.

Ele se levantou e saiu da residência para comprar entorpecentes para o consumo.

Segundo ainda relato da família à Polícia Civil, do lado de fora da casa, ele teria sido abordado por pessoas ainda não identificadas, perguntando de qual facção ele era integrante.

A desconfiança dos parentes é de que o rapaz tenha sido confundido como membro do PCC, por ter uma tatuagem muito parecida com a que é usada pelos membros dessa facção.

A GRAVAÇÃO - “O bagulho aqui é louco. Aqui a facção é Comando Vermelho, no Paraná é PCC! Eu tô falando porque eu tô com medo, medo pra c...", desabou  Douglas, na mensagem, segundo os familiates disseram à Polícia.

Os familiares de Douglas, que moram no Paraná, relataram ainda que receberam mensagens e ligações de supostos sequestradores, pedindo resgate de R$ 7 mil.

Contam que conseguiram chegar a um consenso. Levantaram R$ 2 mil e pagaram o resgate.

Só que, mesmo com o pagamento, os parentes não tiveram mais notícias do paradeiro do rapaz.  

TROTES - Um familiar teria dito também que recebeu uma mensagem dizendo que viram Douglas amarrado e sendo levado por suspeitos a uma casa.

A família, no entanto, teme também estar sendo vítima de trotes,

A família registrou um Boletim de Ocorrência (BO), e a Polícia Civil de Mato Grosso e do Paraná seguem investigando o caso.


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.




ENQUETE
Qual deve ser a prioridade do 2º mandato do prefeito Emanuel Pinheiro?
Melhorar o transporte coletivo
Tornar a Saúde Pública acessível a todos
Ampliar a Assistência Social
Educação para todos
PARCIAL