NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Sábado, 19 de Setembro de 2020
POLÍCIA
Quarta-feira, 16 de Setembro de 2020, 11h:00

TRAGÉDIA NO ALPHAVILLE

Tribunal manda soltar adolescente apreendida pela morte de colega

Ela foi internada na noite de terça-feira; habeas corpus foi concedido pelo desembargador Rui Ramos

Da Redação
Divulgação
O habeas corpus em favor da adolescente acusada da morte da colega foi dado pelo desembargador Rui Ramos

O desembargador Rui Ramos, do Tribunal de Justiça de Mato Grosso, determinou, nesta quarta-feira (16), a libertação da adolecente acusada de matar a colega Isabele Guimarães Ramos, de 14 anos.  

A menor foi internada, provisoriamente por 45 dias, na noite de terça-feira (15), no Complexo Pomeri, em Cuiabá.  

A decisão da apreensão foi da juíza Cristiane Padin, que atendeu a um pedido do promotor Rogério Bravin, da Vara da Infância e Adolescência.

A soltura, determinada pelo desembargador Rui Ramos, atendeu a um pedido da defesa.   

Isabele foi morta com um tiro no rosto no dia 12 de julho, na casa da melhor amiga, responsável pelo disparo, no Condomínio Alphaville, no bairro Jardim Itália.  

A Justiça acatou um habeas corpus liberatório impetrado pela defesa, feita pelo advogado Artur Osti.  

A adolescente vai responder em liberdade por ato infracional análogo a homicídio doloso.  

Ela foi internada na noite de terça-feira, por volta de 20h20, depois de a Justiça informar que havia acatado a representação do Ministério Público Estadual, acusando-a de ato infracional análogo a homicídio doloso. 

Leia mais sobre o assunto:

Juíza manda apreender menor acusada de matar colega em condomínio


2 COMENTÁRIOS:







Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.

ROCHA  17-09-2020 13:05:21
A Polícia Civil faz seu trabalho e dá nisso: a Justiça solta!

Responder

0
0
Irzair Ciro Correa   16-09-2020 20:51:50
É um jogo esperto. O MPE para dizer que pau que bate em Chico bate em Francisco pede a prisão da garota sabendo que o advogado da acusada entraria com pedido de HC, que já estava assinado esperando só para colocar a data. Quando disseram na imprensa que a garota praticante de tiro que criou todo esse imbróglio e assasinou a "amiga" seria presa, eu duvidei. Continuo duvidando. A garota morta, a mãe sofrendo, toda obstrução á justiça que a família da ré impôs, nem será lembrado. Dinheiro, dinheiro, dinheiro. Assim caminha a humanidade.

Responder

4
0



ENQUETE
MT terá eleições simultâneas para vereador, prefeito e senador? Você já escolheu seus candidatos?
Sim
Não
Vou anular os votos
Nenhum dos candidatos presta
PARCIAL