NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Quarta-feira, 02 de Dezembro de 2020
POLÍCIA
Sexta-feira, 20 de Novembro de 2020, 17h:28

FIM DE CARREIRA

Traficante é morto após ameaçar PM com arma de brinquedo

Com longa ficha criminal, rapaz de 19 anos resistiu a uma abordagem em ponto de tráfico, em Cáceres

TÉO GOMES
Da Reportagem
PMMT
A PM registrou o BO na cidade de Cáceres, após morte de rapaz

Apesar de ainda muito jovem, Luiz André de Moraes Silva, de 19 anos, carregava nas costas o peso de uma longa ficha criminal. Agora, está morto.

Armado com uma pistola de brinquedo, Luiz apontou a "arma" para os policiais militares, durante uma abordagem.

Foi baleado. Socorrido, ele morreu quando era medicado.

O crime aconteceu, segundo a Polícia Militar, na noite de quinta-feira (19), no bairro Cidade Alta, na cidade de Cáceres (225 km a Oeste da Capital).

A versão da PM é de que Luiz estava vendendo droga, quando foi abordado.

Ele sacou a pistola de brinquedo e tentou fugindo, mirando nos policiais.

O local onde tudo aconteceu, uma praça, segundo a PM, é frequentada por usuário de drogas. E havia muitas pessoas quando uma viatura se aproximou.

Sempre apontando a arma para os policiais, Luiz jogou a mochila com a droga fora, antes de ser baleado.

A mochila, contendo várias trouxinhas de drogas que Luiz vendia na praça, foi apreendida e entregue à Polícia Civil para investigações.

Luiz chamava o pai, que apareceu no local e tentou impedir os militares de abordar o filho.

Consta no Boletim de Ocorrência (BO) que o homem chegou a puxar um dos policiais e empurrá-lo, para que não abordasse o filho dele.

O rapaz, então, aproveitou a situação e fugiu a pé, sendo perseguido por um dos militares.

Num determinado momento, o suspeito teria sacado uma arma e apontado para o policial, que reagiu e atirou.

Segundo a Polícia Militar, os tiros contra Luiz ocorreram numa rua lateral à Rua das Granjas, local ermo, sem iluminação e tomado pelo matagal.

Baleado, o traficante ainda teria tentado fugir, sendo perseguido pelo militar a pé, por mais um trecho, até que ele caiu em decorrência do ferimento.

O BO com a versão oficial da PM não relata em qual parte do corpo o acusado foi baleado.

Na sequência, foi socorrido e levado pelo Corpo de Bombeiros para o Hospital Regional de Cáceres, onde morreu pouco tempo depois.

A Polícia Militar diz que os policiais só constataram que Luiz portava uma pistola de brinquedo quando ele caiu ferido e foi socorrido.

Dentro da mochila, os policiais encontraram 23 trouxinhas de maconha e R$ 20 em dinheiro.

Segundo a Polícia Militar, Luiz André tinha antecedentes criminais por crimes de receptação, formação de quadrilha, sequestro, porte ilegal de arma de fogo e adulteração de sinal identificador de veículo.

CORREGEDORIA - Conforme a Polícia Militar, mesmo nos casos de legítima defesa ou estrito cumprimento do dever, é procedimento de praxe apurar a circunstâncias da ocorrência e a atuação policial.

"No caso em questão, a Polícia Militar informa que o 6º Batalhão de Cáceres, sob o acompanhamento e a orientação da Corregedoria, vai instaurar procedimento investigatório", diz nota da Assessoria de Imprensa.


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.




ENQUETE
Você acha que o Cuiabá Esporte Clube tem chance de acesso à Série A do Brasileirão?
Sim
Não
Ainda falta estrutura
Precisa investir no elenco
PARCIAL