NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Sexta-feira, 10 de Julho de 2020
POLÍCIA
Terça-feira, 30 de Junho de 2020, 12h:28

GUERRA URBANA

Jovem é executado com tiros na cabeça na frente da esposa e filho

Emerson Madeira, 24, saía da casa dele, com a esposa e o filho, quando começou a receber os tiros

TÉO GOMES
Da Reportagem
Arquivo
A PM foi acionada, mas não conseguiu prender os matadores do rapaz, em Sorriso

Seis tiros, três deles na cabeça, mataram o jovem Emerson dos Santos Madeira, de 24 anos, na porta da casa dele e na frente da esposa, e do filho na noite de segunda-feira (29), no bairro Industrial, em Sorriso (420 km ao Norte de Cuiabá).

 Emerson estava saindo da casa dele, com a esposa e o filho, e, antes de entrar no carro, começou a receber os tiros.

Segundo testemunhas, dois homens em um carro branco chegaram ao local, pararam na frente da casa e começaram a atirar.

A execução, segundo a Polícia Militar, foi toda filmada, mas as imagens não mostram os rostos dos dois matadores porque eles usavam máscaras.

Uma equipe do Corpo de Bombeiros ainda chegou a ir ao local do crime, mas só teve tempo de constatar a morte do jovem no local, principalmente porque ele levou ao menos três tiros na cabeça.

A mulher de Emerson conta que ele ainda tentou correr para dentro da casa, mas um dos atiradores foi atrás dele e completou o "serviço" de morte.

O corpo da vítima foi liberado pela Polícia Civil, após a perícia preliminar de local de crime feita por agentes da Perícia Oficial do Estado (Politec).

A Polícia ainda desconhece os motivos do crime, mas vai investigar se a vítima tinha antecedentes criminais ou se era ameaçada de morte.

 

Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.




ENQUETE
O que você achou da decisão da Justiça de decretar lockdown em Cuiabá e VG?
Acertada
Demorou
Antes tarde...
Tanto faz
PARCIAL