NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Terça-feira, 02 de Junho de 2020
POLÍCIA
Quinta-feira, 21 de Maio de 2020, 08h:22

VIOLÊNCIA EXTREMA

Homem é preso acusado de estuprar bisneta de 4 anos

Acusado do crime tem 66 anos e foi preso em casa, por agentes da Polícia Civil de Sinop

TÉO GOMES
Da Reportagem
Divulgação
A universitária foi presa durante uma operação da Polícia Civil de Sorriso

A Polícia Civil registrou mais um caso absurdo: um homem de 66 anos foi preso após ser acusado de estuprar a própria bisnete, de apenas quatro anos.

A prisão aconteceu na noite de terça-feira (19), na casa do acusado, na cidade de Sinop (500 km ao Norte de Cuiabá).

Segundo a mãe da criança, sempre que voltava da casa do bisavô, nos últimos cinco meses, ela reclamava que sentia dores na vagina.

Só que a criança não contava o que estava acontecendo.

Na noite de terça-feira, no entanto, ao dar banho na filha, a menina voltou a reclamar de fortes dores em seu órgão genital. A mãe voltou a questionar, e a menina denunciou o bisavô.

A criança, segundo a mãe contou aos policiais civis e miltares que foram acionados, a filha disse que o bisavô beijava forte em sua vagina e que, por isso, ela sentia muitas dores.

O acusado se recusou a abrir o portão da casa dele, quando os policiais civis e militares chegaram, mas acabou recebendo voz de prisão quando um policial pulou o muro e abriu o portão.

O homem ficou em silêncio, mas foi autuado em flagrante pela Polícia Civil em crime de estupro de vulnerável.

Na manhã de quarta-feira (20), ele foi transferido para a penitenciária local


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.





ENQUETE
Você acha que a Prefeitura acertou ao liberar a reabertura de shopings, bares e restaurantes?
É uma decisão acertada
O prefeito foi pressionado por empresários
Quem vai dizer são os consumidores
Tanto faz
PARCIAL