NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Terça-feira, 02 de Junho de 2020
POLÍCIA
Quinta-feira, 21 de Maio de 2020, 14h:17

EXECUÇÃO NA NOITE

Empresário é executado com tiros de pistola dentro de bar

Francisco Sousa, de 31 anos, ainda tentou reagir, mas não resistiu. Crime ocorreu em Lucas

TÉO GOMES
Da Reportagem
PMMT
A PM fez o registro da ocorrência em Lucas do Rio Verde

Dois homens armados com pistolas executaram o empresário Francisco Alberto Barbosa de Sousa, conhecido como "Pato", de 31 anos, em Lucas do Rio Verde (354 km ao Norte de Cuiabá).

Armado com uma pistola calibre 938, a vítima ainda chegou a reagir e atirar contra os pistoleiros, mas caiu ferido.

Socorrido, ele foi levado até o Hospital Sãoi Lucas por uma equipe do Corpo de Bombeiros. Mas, não resistiu aos graves ferimentos e morreu em seguida.

O crime, segundo a Polícia Militar, aconteceu por volta das 21h de quarta-feira (20), dentro de um bar localizado no bairro Tesele Júnior.

Os dois pistoleiros, segundo testemunhas, chegaram ao local em uma moto. Entraram no bar sem tirar seus respectivos capacetes, e um deles, armado com uma pistola calibre 380, começou a atirar.

No local do crime, os policiais militares recolheram a pistola 938 com 10 munições intactas, que pertencia ao empresário, além de quatro cartuchos de pistola calibre  380.

A Polícia Civil confirmou que foi uma execução. Fez liberação do corpo para o Instituto Médico Legal (IML) e iniciou as investigações para tentar descobrir os motivos do crime.

Francisco de Sousa era um empresário muito conhecido na região, principalmente no bairro onde morava e onde aconteceu o crime.


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.





ENQUETE
Você acha que a Prefeitura acertou ao liberar a reabertura de shopings, bares e restaurantes?
É uma decisão acertada
O prefeito foi pressionado por empresários
Quem vai dizer são os consumidores
Tanto faz
PARCIAL