NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Domingo, 12 de Julho de 2020
POLÍCIA
Quinta-feira, 28 de Maio de 2020, 14h:53

FATALIDADE

Adolescente de 17 anos mata irmã de 14 com tiro na cabeça

Um irmão do menor disse à Polícia que o tiro foi acidental. Caso ocorreu no bairro Pascoal Ramos

TÉO GOMES
Da Reportagem
PJC
Os policiais da DHPP estão investigando o crime, ocorrido na Cohab São Gonçalo

Um adolescente de 17 anos matou a irmã de 14 anos com um tiro na cabeça.

Segundo as informações, o tiro, dado com um revólver calibre 38, foi acidental.

Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) ainda chegou a ir até à casa da vítima, mas só teve tempo de constatar que a menina J.S.M. estava morta.

A tragédia aconteceu por volta de 1h15 da madrugada desta quinta-feira, (28) na caça da família, no bairro Pascoal Ramos, região do Coxipó, na periferia de Cuiabá.

Um irmão do adolescente disse à Polícia que o tiro foi acidental.

O adolescente de 17 anos estava brincando com a arma, segundo seu irmão de 16 anos, quando o revólver disparou, atingiu a menina.

O revólver foi apreendido pela Polícia Militar e entregue aos policiais da Delegacia de Homicídio de Proteção à Pessoa (DHPP), que foram ao local fazer a liberação do corpo.

Os policiais da DHPP agora vão aguardar o resultado dos laudos da balística e da perícia preliminar, feitas por agentes da Perícia Ofcial do Estado (Politec).

A Polícia quer confirmar ou não se o tiro foi mesmo acidental.

Segundo as informações, ao ver a irmã agonizando, o menino entrou em pânico, começou a gritar e tentou se suicidar com a mesma arma, mas foi impedido pelo outro irmão.

 

Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.




ENQUETE
O que você acha da decisão da CPI do Paletó de pedir o afastamento do prefeito?
Ele tem que ser afastado
Ele tem que ser cassado
Ele é inocente
Tanto faz
PARCIAL