Quinta feira, 21 de fevereiro de 2019 Edição nº 14977 16/05/2018  













Insistência

O governador Pedro Taques insiste em colocar o PP no comando do Intermat. Depois da brevíssima passagem do vereador Diego Guimarães – que foi sem nunca ter ido -, agora, o comando da pasta vai para outro membro do partido.



Escolhido

O escolhido é Demílson Nogueira, presidente do PP de Cuiabá e suplente de vereador. Ele substitui Cândido Teles, que deixou o cargo no início de abril, em virtude do calendário eleitoral.

Horrores

Vulgo Câmara de Cuiabá, a Casa dos Horrores já pode reeleger presidente. O voto de minerva foi do presidente, Justino Malheiros (PV), que jurou que não tinha interesse no projeto, mas é recandidato.

Causa própria

Malheiros encerra neste ano a gestão do Legislativo cuiabano com a marca da ineficiência. Patrocinou penduricalhos – como verba indenizatória e 13º -, gerando gasto de R$ 7,2 milhões/ano, que vão para a conta do contribuinte.

Defesa

Na Rádio Capital, FM, ontem, o deputado Gilmar Fabris (PSD) defendeu a libertação do colega Mauro Savi (DEM), com uma declaração, no mínimo, inusitada: “O povo precisa dele no Parlamento, e não na cadeia”.

Quadrilha

Como se recorda, Savi foi preso no dia 9, na Operação Bônus, sob a acusação de liderar uma quadrilha que desviou R$ 30 milhões do Detran-MT. Ele era conhecido como “dono” da autarquia, desde os tempos de Silval.

Retribuição?

Mauro Savi é um dos ajudaram a tirar da cadeia ninguém menos que Gilmar Fabris. Em outubro de 2017, o pessedista foi solto pelos colegas, depois de ser preso pela PF, sob a acusação de tentar obstruir a Justiça.

A volta

O Procurador Mauro (Psol) deve anunciar que é candidato – pela enésima vez – ao Governo. Em 2014, Mauro teve 84.208 votos para deputado federal, mas não levou porque o seu partido não atingiu o quociente eleitoral (uns 200 mil votos).



Descendo!

O processo que investiga a participação do ministro da Agricultura, Blairo Maggi, na suposta compra de uma vaga no TCE, no período em que foi governador de Mato Grosso, pode sair do Supremo Tribunal Federal (STF).



Competência

O ministro Luiz Fux determinou que a Procuradoria-Geral da República (PGR) opine se o Supremo é ou não competente para conduzir a denúncia de suposta corrupção ativa contra Maggi.



...........

O agronegócio se reinventa

Um estudo do Rabobank – instituição financeira da Holanda, com foco no agronegócio – aponta que, se Mato Grosso fosse um país, seria o quinto maior produtor de milho. Ficaria atrás só dos EUA, da China, do Brasil e da Argentina. No caso da soja, seria o quarto maior produtor, atrás dos EUA, do Brasil e da Argentina. É um mar de grãos. Mas, a hora é de reinvenção. E uma das saídas para o produtor é a verticalização, que permite a utilização do milho para a produção de etanol. Essa "economia circular" vai dar "uma nova roupagem" de sustentabilidade para os produtos, segundo analistas do banco.

............



Os mesmos

As forças partidárias tradicionais ignoraram a demanda popular por renovação na política e vão oferecer aos eleitores, neste ano, os candidatos de sempre a governador de Mato Grosso.



Outsiders

A exemplo da disputa presidencial, os “outsiders” — nomes de fora do mundo político profissional e tradicional — serão minoria nas disputas estaduais. É o que aponta levantamento feito pelo jornal O Globo.



Peneira

Nos 26 estados e no Distrito Federal, somente 15 “outsiders” sobreviveram, até agora, à peneira do jogo político-eleitoral, e estão cotados para disputar uma cadeira de governador, em meio a mais de uma centena de adversários.



Senado

Aqui em Mato Grosso, a tendência é que só teremos “outsiders” na disputa ao Senado. E com duas mulheres: a ex-juíza Selma Arruda (PSL) e a ex-reitora da UFMT, Maria Lúcia Cavalli Neder (PCdoB).

Revitalização

A Prefeitura de Cuiabá iniciou, no sábado (12), a revitalização do canteiro central da Avenida MT, com a remoção do antigo relógio da TV Centro América, que fazia a contagem regressiva dos 500 anos do Descobrimento do Brasil.

Mais um

O “trambolho”, de quase 30 metros de altura, foi autorizado pelo então prefeito Roberto França, em 2000. A Prefeitura promete construir no local um relógio totem, que fará a contagem para os 300 anos da Capital.

Furto

A Prefeitura também promete a melhoria no sistema de iluminação da avenida. O serviço terá que ser refeito, pois moradores de rua, que povoam a região, furtaram todos os fios do sistema subterrâneo e até luminárias. Só deixaram os postes.


Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto

19:15 15% da receita nacional foi gerada por MT em 2017
19:15 Política de preços da gasolina é perversa
19:15 Valor Bruto da Produção deve superar a de 2017
19:14 102 mil micro e pequenas empresas beneficiadas
19:12 Deputados limpam pauta e já podem votar fundo


19:12 Juiz suspende projeto que permite reeleição para presidente
19:11 Silval Barbosa recomenda colaboração
19:11 TRF nega pedido para prender deputado Fabris
19:11 STF manda governo pagar duodécimos da Defensoria
19:10 TJ mantém proibição da soltura de deputado
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°
TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018