Domingo, 16 de junho de 2019 Edição nº 14943 24/03/2018  













Dossiês

Em época eleitoral, é comum a preparação de dossiês contra os possíveis adversários na disputa nas urnas. Nos bastidores, a informação é que no QG de Pedro Taques a movimentação é intensa.



Verde

Dizem as más línguas que Taques mantém, em seu escritório, um dossiê conhecido como a “Pasta Verde”, em alusão à cor preferida do senador Wellington Fagundes (PR), um dos virtuais pré-candidatos da oposição.



Dívidas

Sabe quantas famílias afirmam que mais da metade de sua renda mensal está comprometida com o pagamento de dívidas? 20,9%. Os dados são da última Pesquisa de Endividamento do Consumido da CNC.



Trotes

Em 2017, foram registrados 93.689 mil trotes em Mato Grosso. nos números de emergência - como Polícia Militar (190), Corpo de Bombeiros (193) e Polícia Civil (197) - atendidos pelo Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp).

WhatsApp

Nas redes sociais, Mauro Mendes revela uma certa disposição para o embate político-eleitoral, neste ano. Ao justificar a troca do PSB pelo DEM, ele diz que o projeto é construir e ampliar a legenda em MT.

Mesmo tom

Mendes está ausente do cenário desde 2016, quando se recusou a disputar a reeleição à Prefeitura de Cuiabá. No WhatsApp, MM repete o discurso de campanha anteriores: propõe uma nova maneira de fazer política.

Atropelo

No afã de se transformar no principal protagonista do “novo” DEM, Júlio Campos tenta atropelar os próprios aliados. Ele defende aliança com Carlos Fávaro (PSD), que é rejeitado por Otaviano Pivetta (DEM).

Interesses

Julinho – como gosta de ser chamado – parece ter assumido a condição de principal crítico de Pedro Taques, no âmbito do DEM. No fim, mistura os interesses partidários com as conveniências de caráter pessoal.

Opção

A cúpula do PP pensa em preencher o espaço deixado pelo ministro da Agricultura, Blairo Maggi: prepara a presidente da Associação das Empresas do Distrito Industrial de Cuiabá (Aedic), Margareth Buzetti, para disputar o Senado.

Palanque

Wellington Fagundes reúne o PR em Cuiabá na próxima segunda-feira (26), para debater com correligionários o papel de seu partido nas eleições. Candidaturas e coligações estarão no centro dos debates.

Esquema do bereré

O esquema de desvio de quase R$ 30 milhões no Detran-MT, operado de 2009 a 2015, pelo jeito, ainda vai longe. Mais cinco deputados entraram na mira da Polícia: José Domingos Fraga (PSD), Wilson Santos (PSDB), Ondanir “Nininho” Bortolini (PSD), Baiano Filho (PSDB) e Romoaldo Júnior (PMDB). Até então, só o presidente da Assembleia, Eduardo Botelho (DEM), e o seu colega Mauro Savi (DEM), “dono” do Detran, eram investigados. Há quem aposte que mais deputados podem entrar na “lista suja”.

Namoro

Segundo O Estado de S. Paulo, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ) busca ampliar sua aproximação com o agronegócio. Motivo: ele tenta alavancar a pré-candidatura a presidente da República.

“In loco”

Um exemplo é a visita que Maia fez, ontem, a uma feira de agropecuária, em Lucas do Rio Verde, com o ministro Blairo Maggi. Ele já tinha atraído para o DEM a deputada Tereza Cristina (MS), que preside a Frente Parlamentar da Agropecuária.

Tudo ou nada

Mauro Mendes sai do PSB para o DEM sem pedir garantia de vaga para cargo majoritário, embora seu nome figure entre os prováveis candidatos ao Governo. Sua única exigência: que o DEM não apoie Taques.



Na bica

Thiago Muniz, vereador por Rondonópolis e primo de Percival Muniz, busca sinal verde judicial para trocar o PPS pelo PDT. Na mesma situação .o outro membro da bancada do partido, Fábio Cardozo.



Carneirinhos

Fábio e Thiago querem acompanhar Percival, que sai do PPS para se filiar ao PDT do deputado Zeca Viana. O primeiro planeja se lançar a deputado estadual, e o outro, sonha com a Câmara dos Deputados.



Meu pirão

Fonte revela um das faces dos meios políticos. Em votação, o PSD decidiu entregar os cargos comissionados que ocupa no Governo. Porém, nomeados ameaçam romper com a sigla para continuarem no poder.



Trading

Depois de arrendar o seu armazém em Sorriso, no fim do ano passado, para o grupo Indiana, de Primavera do Leste, a trading Multigrain, controlada pelos japoneses da Mitsui, dá sinais que vai fechar as portas no país.




Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto

19:02 Pedro Taques é empossado presidente
19:02 PTB se reúne hoje de olho em engrossar oposição
19:02 Mais cinco deputado são investigados
19:01 Apoio a Wellington ameaça esquerda
18:59 BOA DISSONANTE


18:58 Ex-líder do governo, critica criação de fundo de estabilização
18:57 O ministro da saúde e o placebo
18:56 O impacto das fake news nas eleições
18:56 A dimensão de Jesus
18:55 De isonomia
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°
TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018