Domingo, 17 de junho de 2018 Edição nº 14998 16/06/2018  












Autorização

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, já avisou que vai pedir autorização à cúpula do MDB para apoiar a candidatura do ex-governador Jaime Campos (DEM) ao Senado.



Traição?

Ninguém no MDB vai poder acusar o prefeito de ser um traidor. Sua traição é, digamos assim, oficial. Emanuel simplesmente estará fazendo uma “troca de favores” como o principal cacique do DEM.



Lá e cá

Em Cuiabá, a trupe de Emanuel vai apoiar Jaime para uma das vagas ao Senado. Em Várzea Grande, a máquina de JC vai dar uma turbinada na campanha do filho do prefeito, Emanuelzinho, a deputado federal.



Pauladas

Mauro Mendes (DEM), ao que parece, tinha razão em adiar o máximo possível sua decisão de ser candidato ao Governo. Foi só anunciar que está viabilizando a candidatura, e já começou a levar pauladas.



“Traíra”

Entre as pauladas que Mauro Mendes levou, no decorrer da semana, uma chamou a atenção: Taques tachou o ex-prefeito de “traidor”, afirmando ele “age em interesse próprio” e não é fiel aos companheiros.



Fato

Taques lembrou que, na eleição de 2014, Mauro pediu voto para o senador Wellington Fagundes (PR) em Cuiabá, em Várzea Grande e no restante do Estado, “traindo Jaime Campos”.



Até Silval

Lembrou ainda que Silval foi coordenador da campanha de MM em 2008, e em 2010 ele enfrentou SB. “Em 2012, Emanuel Pinheiro foi coordenador da campanha dele, e hoje ele é brigado com Emanuel”, citou Taques.



Dívidas

Com mais de 400 credores trabalhistas, as empresas do ex-prefeito são o foco de uma enxurrada de reclamações. Só a dívida trabalhista é de mais de R$ 12 milhões. As dívidas totais passam de R$ 100 milhões.

Insaciável

Segundo o site da revista Veja, o apetite do PSDB pela cota parlamentar é “insaciável”. A liderança tucana na Câmara dos Deputados torrou R$ 19.649,00, nos primeiros cinco meses de 2018.

Quem paga

Entre as contas salgadas, há R$ 825 numa cafeteria e R$ 725 num restaurante árabe de Brasília. O banquete, claro, é bancado pelo dinheiro público. Lembrete: o líder do PSDB é o mato-grossense Nilson Leitão.

...........

“Pão e Circo”

No meio político, a expectativa é de que, nos próximos dias, o Gaeco realize a segunda fase da Operação Pão e Circo, que investiga um suposto esquema de lavagem de dinheiro por meio de emendas parlamentares destinadas a projetos culturais. O caso envolve a Associação Casa de Guimarães e deputados estaduais, além de uma factoring. A previsão é de que serão feitas prisões nessa segunda fase.

...........



Tô voltando

Júlio Modesto, que está deixando a Casa Civil, é um dos poucos que restavam da equipe que entrou com Pedro Taques, no dia 1º de janeiro de 2015. Saiu da iniciativa privada e para ela está voltando.



Demorada

A Justiça tarda, mas não falha! Que o diga o deputado Gilmar Fabris (PSD), que foi condenado, nesta semana, por um crime cometido no século passado. Isso mesmo: no século XX.



Peculato

Fabris foi condenado por um esquema criminoso que desviou R$ 1,5 milhão da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, em 1996, período em que o deputado era presidente da Casa.



Escolta

Mesmo depois de ter recebido escolta armada, como cortesia do governador Pedro Taques, a ex-juíza Selma Arruda diz não topar coligação com o governador tucano. Por causa de "certas companhias".



Lambadão

Quem deve iniciar a montagem do seu palanque, nos próximos dias, é o Procurador Mauro (PSOL). No momento, ele está mais preocupado com a sua banda de lambadão, “Os Ciganos”, da qual é vocalista.



Mesma coisa

Em princípio, o Procurador, que só surge no cenário político meses antes de eleição, é virtual candidato a governador. O discurso é sempre o mesmo: condena “as velhas práticas políticas”.



Renova já!

“Se não renovar em pelo menos um terço esta vergonhosa Assembleia, paro de acreditar na população e passo a acreditar que o ser humano é um animal totalmente irracional e inconsequente”. Do leitor Lázaro Aguiar, em carta ao Diário.


Comentários Deixe aqui sua opinião sobre esse assunto

18:41 Presidente tenta manter poder
18:41 STJ nega liberdade para deputado Mauro Savi
18:41 JBS é alvo de operação em Mato Grosso
18:41 Ciro Rodolpho vai assumir Casa Civil
17:39 Ex-policial é condenado a mais de 24 anos de prisão


17:39 Rapaz é assassinado a tiros no Jardim Passaredo
17:38 Doze cães subnutridos trancados em casa
17:38 Perícia busca determinar velocidade
17:38 Três cidades de MT entre as mais violentas
17:37 Transporte rodoviário é licitado por R$ 11 bilhões
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°
TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018