Quarta feira, 17 de outubro de 2018 Edição nº 14923 24/02/2018  












INTERVENÇÃO

Temer disse que a intervenção militar é uma "jogada de mestre", mas negou que ela tenha motivações eleitorais
Se necessário, partiremos para o confronto


O presidente Michel Temer afirmou, ontem. esperar que não tenham episódios de violência durante a operação federal, mas ressaltou que, se for necessário, as Forças Armadas irão "partir para o confronto". "Mas no próprio Ministério dos Direitos Humanos estamos promovendo um grupo que vai acompanhar as ações durante a intervenção federal", ponderou. Leia mais...
CRÉDITO
· Fitch rebaixa crédito do Brasil

19:39 Desembargadores evitam diálogo com Taques
19:39 STF quebra sigilo bancário da empresa de Carlos Avalone
19:39 Silval diz que foi vítima de extorsão
19:34 24 sábado Lula critica o juiz Sérgio Moro
19:34 BOA DISSONANTE


19:16 Bitcoins e sua regulamentação
19:16 Luis-Philippe, oráculo cuiabano
19:15 De edição
19:15 Corporativismo exacerbado
19:14 Sistema de segurança falida
Cuiabá
Min: 18°
Max: 36°
TOPO | PRIMEIRA PÁGINA | ÚLTIMAS NOTÍCIAS | POLÍTICA | ECONOMIA | CIDADES | POLÍCIA | ESPORTES
BRASIL | MUNDO | DC ILUSTRADO | CUIABÁ URGENTE | EDITORIAIS | ARTIGOS | AZUL | TEVÊ | E-MAIL
Diário de Cuiabá © 2018