Diario de Cuiabá

Sexta-feira, 11 de Maio de 2018, 19h:19

Itaú reduz a previsão de crescimento do PIB

VINICIUS TORRES FREIRE
Da FolhaPress – São Paulo

O Brasil deve crescer neste ano menos do que o previsto, segundo economistas do Itaú. O crescimento do PIB (Produto Interno Bruto) deve ser de 2%, em vez dos 3% até então estimados pelo departamento de pesquisa macroeconômica do banco. No mercado, ainda se estima crescimento de 2,7% para este ano. Trata-se da mediana das previsões mais recentes da centena de estimativas privadas compiladas todas as semanas pelo Banco Central e publicadas no boletim Focus. Os economistas atribuem a revisão de perspectivas à perda de ritmo da economia no primeiro trimestre e a dúvidas maiores sobre o futuro das reformas. O ritmo de recuperação do emprego frustrou estimativas - a taxa de desemprego deve ser maior do que a antes prevista no final deste 2018. Fatores da melhoria modesta da economia em 2017 desapareceram. "O indicador de demanda doméstica também arrefeceu, com os fatores momentâneos que sustentaram o consumo em 2017 (alta real dos salários durante a queda da inflação, aumento da ocupação informal e saque das contas inativas do FGTS) perdendo efeito, e a criação de empregos formais, que deveria ser o principal fator para novas altas da massa salarial real em 2018, desacelerando", escreveram os economistas em relatório divulgado na sexta-feira (11). A previsão para o crescimento de 2019 também foi rebaixada, de 3,7% para 2,8%.

Fonte: Diario de Cuiabá

Visite o website: www.diariodecuiaba.com.br