NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Sábado, 08 de Agosto de 2020
ILUSTRADO
Quinta-feira, 26 de Julho de 2018, 17h:07

TV-PROGRAMA

Youtuber ensina experimentos científicos a crianças em nova programa da Nat Geo

BEATRIZ FIALHO
Da Folhapress - São Paulo
O Nat Geo Lab, primeira produção original do Nat Geo Kids, estreou na última segunda (23) às 19h30. O programa, apresentado pela youtuber Paula Stephania, 26, ensina diferentes experimentos, que podem ser realizados com ingredientes caseiros. "O conceito chave é ciência aprendida com diversão. A criança se interessa por um assunto de adulto se divertindo, ela não está exatamente estudando sobre ciência", comentou. Segundo ela, as experiências, que vão de uma meleca à um foguete de três ingredientes, foram previamente testadas e levam ingredientes atóxicos -uma das maiores preocupações dos especialistas que integram a produção. Destinado para crianças com idade entre 4 e 7 anos, o programa também ressalta a importância de fazer as experiências com a supervisão de um adulto. Além disso, algumas reações químicas serão explicadas. "Tem sempre uma explicação científica dos experimentos, mas de uma forma fácil para as crianças entenderem", diz a apresentadora. No set, Paula conta conta com a companhia do boneco Tubeto, seu vizinho de laboratório. O personagem fará as experiências de um jeito diferente, que nem sempre dará certo. "Ele é a comédia, a parte divertida do programa. Ele mostra para as crianças que, às vezes, os experimentos podem dar errado e elas se podem se divertir também." A publicitária carioca é conhecida por manter um canal de "faça você mesmo" com seu nome próprio, onde compartilha dicas e tutoriais de artesanato para os mais de 3,2 milhões de seguidores. Segundo ela, sua didática e experiência com o público infantil foi fundamental para conduzir o programa. Segundo o canal, a escolha de Paula também tem a ver com a missão do Nat Geo Kids em lutar a favor da igualdade de gênero: ciência é para crianças, independente de ser menina ou menino. Além disso, dada a semelhança com o meio digital, o programa ficará disponível no canal da Fox no Youtube logo após sua exibição. "É um programa que tira a criança da tela, a gente está incentivando a resgatar as coisas que fazíamos antigamente. Buscar um equilíbrio: ficar um pouquinho na internet mas ao mesmo tempo juntar a família e fazer experiências", concluiu Stephania.

Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.




ENQUETE
Como você vê as acusações entre Mauro Mendes e Emanuel Pinheiro sobre o caos na pandemia?
O governador é o culpado
O prefeito da Capital também tem culpa
Essa briga prejudica as ações de combate à Covid-19
É uma disputa político-eleitoral
PARCIAL