NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Sábado, 08 de Agosto de 2020
ILUSTRADO
Quinta-feira, 26 de Julho de 2018, 17h:06

MISSÃO IMPOSSÍVEL

Tom Cruise: cinquentão com muita ação

'Missão: Impossível - Efeito Fallout' retoma história do quinto filme da série com mais ação

LETÍCIA NAÍSA
Da Folhapress - São Paulo
Estreou na última quinta-feira (26) o filme "Efeito Fallout", sexto longa da franquia "Missão Impossível". Mais uma vez estrelado por Tom Cruise, que se mostra em ótima forma aos 56 anos. O agente Ethan Hunt (Cruise) recebe a missão de recuperar materiais que seriam usados por uma organização criminosa para fabricar três bombas que podem destruir boa parte do mundo. Hunt aceita a missão e se reúne novamente com Luther Stickell (Ving Rhames) e Benji Dunn (Simon Pegg) para cumpri-la. "Efeito Fallout" recupera outros personagens dos filmes anteriores, como Ilsa Faust (Rebecca Fergusson) e Solomon Lane (Sean Harris) e também retoma algumas pontas soltas do quinto filme da franquia, "Missão: Impossível - Nação Secreta" (2015). Dessa vez, Hunt conta com a ajuda de um novo agente, August Walker, interpretado por Henry Cavill, que já viveu o Super-Homem nas telas. As ruas de Paris e de Londres são o principal cenário de cenas de luta e longas sequências de perseguição impressionantes e aceleradas com carros e motos. Nas gravações, Cruise assumiu o risco e não usou dublês. Uma das piruetas lhe rendeu uma fratura no tornozelo. Na cena, o ator persegue um vilão do alto de edifícios londrinos: pula de uma janela e salta de um prédio a outro como se estivesse em uma corrida de obstáculos. Chamada de "Fator Tom", a decisão do ator de viver ele mesmo cenas radicais é o diferencial da franquia "Missão Impossível" frente a outros filmes de ação, segundo Wade Eastwood, coordenador de dublês do filme. "Ele teria sido um dos melhores dublês do mundo se não fosse ator, com certeza", disse Eastwood em entrevista à Reuters. O ator chegou a pular de paraquedas mais de cem vezes para produzir uma das cenas do novo filme. Ele se tornou o primeiro ator a realizar um salto Halo (de alta atitude com abertura do paraquedas em baixa atitude) a cerca de 7.620 metros de altura. Em prol do realismo, Cruise, mesmo cinquentão, dá o seu melhor, apesar do exagero das cenas de brigas e dos clichês das cenas irreais de perseguição no novo filme. Em uma delas, seu personagem parece um super-herói quando escala uma corda para pilotar um helicóptero e correr atrás do vilão. A mesma impressão fica quando ele cai de uma moto em alta velocidade sem capacete, levanta e sai correndo sem nem um arranhão. CRÍTICAS - Prestes a estrear mais um filme da franquia "Missão: Impossível", Tom Cruise, aos seus 56 anos, está longe de ser uma unanimidade entre a crítica e o público. Se há os fãs, há também os críticos. "Ele começou a carreira com a imagem de galã e, na minha opinião, não consegue se livrar dela", afirma o especialista em cinema Celso Sabadin. Ele lembra a atuação do astro no filme "O Último Samurai" (2003). "É um longa com um drama denso, mas ele parece um boneco de cera, não consegue se expressar." Sabadin diz, no entanto, que ainda há tempo para mudanças. "O Robert Redford, por exemplo, entrou no mundo do cinema pela porta da beleza e conseguiu se estabelecer." Já o também crítico Roberto Sadovski acredita que Cruise evoluiu desde o começo de sua carreira. "Ele é um artista muito focado e soube se adequar a cada fase de sua vida. Houve uma melhora clara de sua atuação", analisa.

Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.




ENQUETE
Como você vê as acusações entre Mauro Mendes e Emanuel Pinheiro sobre o caos na pandemia?
O governador é o culpado
O prefeito da Capital também tem culpa
Essa briga prejudica as ações de combate à Covid-19
É uma disputa político-eleitoral
PARCIAL