NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Quinta-feira, 22 de Outubro de 2020
ILUSTRADO
Sábado, 29 de Fevereiro de 2020, 18h:24

IMPRENSA

Todos os jornalistas da revista Cahiers du Cinéma pedem demissão

Todos os jornalistas da Cahiers du Cinéma, tradicional revista de cinema francesa, se demitiram, noticiou o Le Monde nesta quinta (27).

Segundo o jornal, cerca de 15 funcionários da publicação -entre eles, o editor Stéphane Delorme, que tinha 20 anos de casa- se afastaram de forma voluntária, em protesto contra a compra da revista no último dia 30.

Num comunicado divulgado na íntegra no site do observatório de mídias Acrimed, eles se posicionam contra a proposta de uma nova linha editorial para a publicação, que a partir de agora se voltaria para o cinema de autor francês.

"Fomos avisados de que a revista se tornaria 'amigável' e 'chique'. No entanto, a Cahiers du Cinéma jamais representou nenhum dos dois, ao contrário do que alegam os acionistas. Ela sempre se comprometeu com análises críticas, e tomou posições claras", diz o texto, lembrando um artigo famoso do diretor François Truffaut que denunciou as tendências burguesas de determinado cinema francês.

"Transformar a Cahiers numa vitrine chamativa, uma plataforma para promover filmes franceses autorais, seria distorcê-la."

Os jornalistas ainda afirmam que há um conflito de interesses na compra da publicação. Isso porque, entre os 20 novos acionistas, estão oito produtores cinematográficos, além de executivos ligados a conglomerados de mídia.

"Seja quais forem os artigos escritos sobre os filmes desses produtores, eles seriam suspeitos de complacência", diz a carta.

Na reportagem do Le Monde, o novo gerente empresarial, Eric Lenoir, negou que os novos donos da Cahier queiram intervir no conteúdo da publicação.

"A equipe editorial deve escrever o que quiser sobre cinema. Está fora de questão orientar essas escolhas", disse ele. E acrescentou que ele mesmo sugeriria aos repórteres renovarem os laços com o cinema francês.

A Cahiers du Cinéma foi fundada em 1951 pelos críticos André Bazin, Jacques Doniol-Valcroze e Joseph-Marie Lo Duca, e é uma das publicações cinematográficas mais tradicionais do mundo.

Por suas páginas, passaram, além de Truffaut, diretores como Jean-Luc Godard, Claude Chabrol e Jacques Rivette, entre outros.

A revista foi comprada por Richard Schlagman do grupo Le Monde em 2008, e posta a venda no início de fevereiro. 


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.




ENQUETE
MT terá eleições simultâneas para vereador, prefeito e senador? Você já escolheu seus candidatos?
Sim
Não
Vou anular os votos
Nenhum dos candidatos presta
PARCIAL