NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Segunda-feira, 13 de Julho de 2020
ESPORTES
Segunda-feira, 09 de Julho de 2018, 17h:27

CROÁCIA

Suker, herói da Copa de 1998, vira cartola linha-dura

Em 1998, a Croácia chegou à semifinal da Copa do Mundo. Ficou na terceira posição, tendo como maior destaque Davor Suker. Ele liderou o time em seu primeiro Mundial e foi o artilheiro do torneio na França, com seis gols. Desbancou nomes como o brasileiro Ronaldo e o holandês Patrick Kluivert. Hoje, 20 anos depois, Suker, 50, se encontra de novo entre os quatro melhores da Copa. Desta vez, fora dos gramados. Ele é presidente da Federação Croata de Futebol. Ocupa o posto desde julho de 2012. Seu primeiro Mundial como cartola foi em 2014, quando a Croácia parou na primeira fase. Perdeu para Brasil e México e venceu Camarões. Na Rússia, após o triunfo sobre os anfitriões, no sábado (7), o ex-atacante não conseguia conter a alegria. Passou pela zona mista e pacientemente atendeu a todos os pedidos de entrevista: em croata, inglês e espanhol, língua na qual ganhou fluência nos oito anos jogando por Sevilla e Real Madrid. "Estou muito feliz e orgulhoso deste time. Mostramos que a Croácia pode ser a surpresa, repetindo o que fizemos em 1998", afirmou. A atitude pós-classificação é bem diferente da adotada nos bastidores. Em 2015, foi acusado pela Associação de Jornalistas Croatas (HND) de censurar a imprensa e fisicamente impedir jornalistas de desenvolver seu trabalho. Suker costuma se reunir com a equipe para almoços e jantares na concentração. Entretanto evita dar palavras de motivação aos atletas. "Não tem muito o que falar. Que motivação preciso dar em uma Copa? Como eu já disse há algumas semanas: vejo nos olhos dos atletas que eles estão preparados e com vontade de ir muito longe." "Ele é nosso presidente, e não o treinador. Então costuma falar bem pouco. Mas estamos conseguindo deixar ele feliz", disse o zageiro Dejan Lovren, do Liverpool. Suker se recorda com orgulho do feito de sua seleção em 1998, mas não quer que a equipe atual fique refém de questionamentos sobre os feitos daquele time, que tinha outros nomes de destaque, como Boban, Prosinecki e Jarni. "O bonito é estar em campo e poder decidir. No meu cargo, você não pode, precisa ficar de gravata sofrendo", disse. O próximo "sofrimento" de Suker será na quarta (11), quando sua seleção enfrentará a Inglaterra, em Moscou, na briga por uma vaga na final da Copa. "Gostaria que fosse a Inglaterra de antes. Esta tem muito mais fome e poderio e mantém os pés no chão." Integrante do "Legends", programa desenvolvido pela Fifa para aproxima ex-jogadores à entidade, Suker coleciona polêmicas desde que encerrou a carreira, em 2003. Em 2011, por exemplo, foi multado por roubar moedas antigas deixadas por um outro passageiro em um avião. Depois de encontrá-las, em vez de devolver ao dono, decidiu dá-las para a sua namorada, que então tentou vendê-las. Quando ainda era atleta, em 1996, posou ao lado de dois criminosos para uma foto ao lado da tumba do líder fascista croata Ante Pavelic. DÚVIDAS - O lateral direito croata Sime Vrsaljko está fora do jogo da semifinal da Copa do Mundo, contra a Inglaterra, nesta quarta-feira (11), a partir das 14h. Ele sofreu uma lesão na partida contra a Rússia, nas quartas, no último sábado (7). A Croácia ainda poderá perder o goleiro Danije Subasic, fundamental nas duas disputas por pênaltis da equipe no mata-mata. O camisa 23 sentiu um estiramento no fim do segundo tempo contra os russos, mas seguiu em campo, defendendo uma penalidade. Ele não treinou nesta segunda (9) e será reavaliado na terça (10).

Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.




ENQUETE
O que você acha da decisão da CPI do Paletó de pedir o afastamento do prefeito?
Ele tem que ser afastado
Ele tem que ser cassado
Ele é inocente
Tanto faz
PARCIAL