NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Sábado, 08 de Agosto de 2020
ESPORTES
Quinta-feira, 26 de Julho de 2018, 17h:19

PALMEIRAS

Roger é demitido; Luxa e Filipão na mira

Contratado para comandar o time a partir do início deste ano, Roger Machado fez 44 jogos à frente da equipe, com 27 vitórias, 8 derrotas e 9 empates

Roger Machado não resistiu à derrota do Palmeiras para o Fluminense por 1 a 0 na quarta, no Maracanã. A diretoria do clube paulista anunciou a demissão do técnico durante a madrugada de quinta. A princípio, Wesley Carvalho, técnico do sub-20, assume o time de forma interina. Apesar de despertarem rejeição imediata em parte da torcida e do Conselho, Luxemburgo e Felipão ganharam força no Palmeiras por "conhecerem a casa". ?Contratado para comandar o time a partir do início deste ano, Roger Machado fez 44 jogos à frente da equipe, com 27 vitórias, 8 derrotas e 9 empates. A equipe alviverde perdeu a chance de subir na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro. Diante do Fluminense, no Maracanã, pela 15ª rodada. Os comandados de Roger Machado começaram melhor a partida e tiveram três chances claras para matar o jogo ainda no primeiro tempo, mas em um lance isolado no final da primeira etapa, acabou sofrendo gol de bola parada e perdeu por 1 a 0, com gol de Gilberto. O time não perdia para uma equipe carioca há quase dois anos. O revés acabou com a invencibilidade de 13 jogos dos paulistas. O duelo ainda marcou o reencontro do meio-campista Gustavo Scarpa contra seu ex-clube. Ele foi muito vaiado pelos torcedores. Em campo, o Palmeiras parecia disposto a mostrar serviço. Nos 20 primeiros minutos, Dudu, Willian e Moisés poderiam ter convertido suas finalizações, mas Júlio César salvou em duas oportunidades Trabalhando bem a bola, e com maior posse, o time alviverde tentava encaixar boas jogadas, a maioria delas pela direita, mas não conseguia concluir com eficiência. Roger Machado deixa o Palmeiras na sexta colocação do Brasileiro, com oito pontos de desvantagem para o líder Flamengo. São seis vitórias, cinco empates e quatro derrotas em uma campanha de instabilidade. Desde que o Brasileiro voltou de recesso, após a pausa para a Copa do Mundo, o Palmeiras não emplacou. Empatou com o Santos no Pacaembu, sofreu para derrotar o Atlético-MG no Allianz Parque e foi derrotado pelo Fluminense. Na temporada, o Palmeiras ainda tem o vice-campeonato paulista - perdeu para o arquirrival Corinthians na final. Nos outros torneios, está classificado para as oitavas de final da Libertadores, com a melhor campanha, e vai jogar contra o Bahia nas quartas de final da Copa do Brasil. NOTA OFICIAL "Em reunião após a derrota para o Fluminense na noite de ontem, a direção do Alviverde decidiu pelo desligamento do treinador. Wesley Carvalho, técnico do sub-20, assume interinamente o comando da equipe até a chegada de um novo profissional. A Sociedade Esportiva Palmeiras agradece ao treinador Roger Machado pelo serviço prestado e deseja sorte no decorrer de sua carreira." SCARPA Vaiado a cada toque na bola na derrota do Palmeiras por 1 a 0 diante do Fluminense, na noite de quarta-feira, no Maracanã, Gustavo Scarpa não se abateu. O meia, que trocou o clube carioca pelo alviverde em janeiro, não conseguiu ajudar sua equipe a buscar o empate, mas, ao deixar o gramado, falou sobre a "perseguição". "Me senti privilegiado por ouvir vaias e gritos. Sinal de que tive certa importância, mas vida que segue", disse. Scarpa rescindiu com o Fluminense na Justiça do Trabalho, em janeiro, alegando falta de pagamento de FGTS, e assinou com o Palmeiras. Os tribunais chegaram a reverter a decisão, devolvendo o atleta ao Flu, mas um último julgamento no Tribunal Superior do Trabalho o devolveu ao alviverde. No primeiro reencontro com o seu ex-clube, o meia lamentou o resultado, mas reforçou que ainda espera um grande ano com a camisa do Palmeiras. "Infelizmente não conseguimos a vitória, mas espero que a gente consiga vencer na sequência do campeonato e ter um grande ano". O Palmeiras volta a campo pelo Campeonato Brasileiro no domingo, quando recebe o Paraná. Com a derrota, permanece com 23 pontos na competição.

Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.




ENQUETE
Como você vê as acusações entre Mauro Mendes e Emanuel Pinheiro sobre o caos na pandemia?
O governador é o culpado
O prefeito da Capital também tem culpa
Essa briga prejudica as ações de combate à Covid-19
É uma disputa político-eleitoral
PARCIAL