NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Terça-feira, 04 de Agosto de 2020
ESPORTES
Domingo, 12 de Julho de 2020, 10h:34

RONALDINHO GAÚCHO

Paraguai rejeita novo pedido de libertação de Ronaldinho Gaúcho

Da Folhapress - São Paulo
Ronaldinho chega em hotel onde vai cumprir prisão domiciliar no Paraguai

Uma corte do Paraguai rejeitou no sábado (11) uma apelação para libertar o ex-jogador Ronaldinho Gaúcho, detido há quatro meses no país por uso de documentos públicos de conteúdo falso..

A promotoria investiga o ex-ídolo do Grêmio, Barcelona, Milan e Paris Saint Germain por supostas conexões com uma rede que opera documentos autênticos com conteúdo falso e jogos clandestinos de azar.

Ronaldinho e seu irmão, Roberto de Assis Moreira, foram detidos em 6 de março por uso de passaportes paraguaios com identidade de conteúdo falso.

A defesa dos dois tinha apresentado uma apelação contra uma resolução tomada pelo juiz que confirmou a prisão preventiva.

A corte argumentou que os advogados recorreram a um "meio processual indevido para atacar a decisão judicial".

Ronaldinho e o irmão estão alojados em um hotel no centro de Assunção, onde cumprem prisão domiciliar.

Dezoito pessoas foram detidas por envolvimento no caso, a maioria funcionários da Migração e do Departamento de Identificações da Polícia, todas em prisão domiciliar.

A promotoria emitiu uma ordem de captura contra a empresária Dalia López, que intermediou a ida do ex-craque do futebol mundial para o Paraguai para atos beneficentes com crianças pobres.

Ronaldinho também tinha na agenda a inauguração de um cassino de propriedade de um empresário brasileiro quando foi detido.

 

 


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.




ENQUETE
Como você vê as acusações entre Mauro Mendes e Emanuel Pinheiro sobre o caos na pandemia?
O governador é o culpado
O prefeito da Capital também tem culpa
Essa briga prejudica as ações de combate à Covid-19
É uma disputa político-eleitoral
PARCIAL