NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Sábado, 08 de Agosto de 2020
ESPORTES
Sábado, 11 de Julho de 2020, 09h:04

CAMPEONATO CARIOCA

Em reencontro, Fluminense e Flamengo iniciam decisão do Carioca

Fluminense e Flamengo começam a decidir o título do Campeonato Carioca neste domingo (12), às 16h (horário de Brasília), no Maracanã

Da Folhapress - Rio
Maracanã

Fluminense e Flamengo começam a decidir o título do Campeonato Carioca neste domingo (12), às 16h (horário de Brasília), no Maracanã. Será um reencontro dos arquirrivais quatro dias depois da final da Taça Rio, em que o clube tricolor levou a melhor na disputa por pênaltis.
O Flamengo busca o segundo título consecutivo e o 36º em sua história. Já o Fluminense não conquista o Estadual há oito anos e está atrás do 32º troféu. As equipes voltam a se encontrar em uma decisão depois de três anos. Em 2017, os rubro-negros levaram a melhor com triunfos por 1 a 0 e 2 a 1.
Para chegar à final, o Flamengo foi o campeão da Taça Guanabara (primeiro turno) em decisão contra o Boavista. Os rubro-negros poderiam ter levantado a taça por antecipação na quarta-feira passada (8), mas caíram na final da Taça Rio diante do Fluminense. O título do clube tricolor veio com um triunfo nos pênaltis por 3 a 2, após empate por 1 a 1 no tempo normal.
Mesmo com o tropeço, o Flamengo chega à decisão com uma campanha irretocável. Em 15 partidas, foram 12 vitórias, dois empates e uma derrota (para o Fluminense ainda na Taça Guanabara). Já o clube tricolor somou oito vitórias, três empates e três derrotas.
Para o confronto que será disputado em um Maracanã vazio, seguindo os protocolos de segurança por causa da pandemia do novo coronavírus, o Fluminense chega com a moral elevada. A equipe tricolor teve menos tempo de treino desde a retomada do futebol carioca e, apesar de não ter o mesmo investimento, conseguiu segurar o poderio dos atuais campeões brasileiros e sul-americanos.
"Sinto muito orgulho de fazer parte do Fluminense, pela postura que teve. Enfrentar o Flamengo em toda essas condições, e superamos todos esses desafios. Chegamos a essa final com muito mérito", diz o goleiro Muriel, que defendeu duas cobranças de pênalti na decisão, em entrevista publicada pelo site NetFlu. "A gente chega (à final) com muita autoridade."
O técnico Odair Hellmann não comemorou tanto, pois gostaria que seu time tivesse mais tempo para descanso. "Para que essas duas partidas agora, se nós vamos começar o Brasileiro em agosto? Não é para o Fluminense, é para o Flamengo também, para que possa se recuperar melhor de uma partida para outra. Numa final, os jogadores entregam tudo dentro de campo."
Para a decisão, o Fluminense não poderá contar com o centroavante Fred, que sofreu uma lesão no olho e teria de passar por uma cirurgia. O meio-campista Ganso também está fora da decisão por causa de uma lombalgia.
Do lado do Flamengo, não há muito mistério. O time é praticamente o mesmo que fez sucesso em 2019. A expectativa no clube é para a permanência do técnico Jorge Jesus, que tem proposta de trocar de clube e se transferir para o Benfica, de Portugal.
Em meio a esse imbróglio, o Flamengo ainda conta com um inesperado jejum de Gabigol. Artilheiro do time no Estadual, ele não marcou em nenhum dos três jogos que fez depois da paralisação do futebol brasileiro por causa da pandemia. Nas quatro partidas realizadas até agora, os artilheiros da equipe são Bruno Henrique e Pedro, com três gols.
Foi Pedro, inclusive, quem marcou o gol do Flamengo no tempo normal na decisão da Taça Rio contra o Fluminense. O centroavante, que foi revelado pelo Fluminense, diz que não se considera um reserva entre os rubro-negros por causa das diversas opções de Jorge Jesus.
"Não me considero reserva. Nem eu nem nenhum outro atleta do elenco. Todos nós somos partes importantes de uma equipe que almeja grandes conquistas nesta temporada. Temos consciência de que todos serão importantes e que teremos nossas oportunidades ao decorrer do ano."

FLUMINENSE
Muriel; Gilberto, Nino, Matheus Ferraz, Egídio; Hudson, Dodi, Yago Felipe, Nenê; Marcos Paulo, Evanílson. T.: Odair Hellmann.

FLAMENGO
Diego Alves; Rafinha, Rodrigo Caio, Léo Pereira, Filipe Luís; Willian Arão, Gérson, Everton Ribeiro, Arrascaeta; Gabigol, Bruno Henrique. T.: Jorge Jesus.

Estádio: Maracanã, no Rio
Horário: 16h deste domingo
Juiz: Wagner do Nascimento Magalhães


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.




ENQUETE
Como você vê as acusações entre Mauro Mendes e Emanuel Pinheiro sobre o caos na pandemia?
O governador é o culpado
O prefeito da Capital também tem culpa
Essa briga prejudica as ações de combate à Covid-19
É uma disputa político-eleitoral
PARCIAL