NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Terça-feira, 04 de Agosto de 2020
ESPORTES
Terça-feira, 28 de Agosto de 2018, 19h:07

SÉRIE C

Cuiabá ainda comemora ascensão à Série B

No retorno a Cuiabá, elenco e comissão técnica foram recepcionados por estudantes da Escola da Arena Pantanal e desfilaram pelas ruas da Capital

ADMAR PORTUGAL
Da Reportagem
O Cuiabá é o segundo clube do estado de Mato Grosso a disputar a Série B do Campeonato Brasileiro. Primeiro foi o Luverdense, que por quatro anos representou o estado e no ano passado sucumbiu, se juntando ao bicampeão mato-grossense na Terceirona deste ano. Classificado em terceiro lugar do Grupo B da Série C, pegou o Atlético do Acre, segundo colocado do Grupo A nas quartas de final. No jogo de ida disputado na Arena Pantanal, na noite do dia 20, segunda-feira, com mais de 25 mil torcedores, venceu por 2 a 0 e no jogo de volta tinha a vantagem do empate e até com derrota por um gol de diferença classificaria para a fase semifinal e carimbava o passaporte para a Série B de 2019. E foi o que aconteceu na noite de segunda na Arena Florestão, na capital do Acre, quando o Dourado saiu na frente fazendo 2 a 0 e cedeu o empate nos minutos finais. O Cuiabá, fundado em dezembro de 2001 pelo ex-jogador do Flamengo e da Seleção, Luiz Carlos Tofolli, o Gaúcho (in memoriam), campeão por oito vezes em Mato Grosso e este ano conquistou o bicampeonato de forma invicta, em 15 jogos ganhou 12 e empatou três, se classificou para as semifinais e vai enfrentar o Botafogo de Ribeirão Preto. Por ironia, os quatro clubes do Grupo B se classificaram para as semifinais e estão na b do ano que vem. A diretoria do Dourado não confirmou nenhuma premiação especial ao elenco e comissão técnica pela conquista do acesso, mesmo ciente da premiação do adversário, que ofereceu 500 mil reais pela classificação. A equipe presidida pelo empresário Alessandro Dresch, não atendeu as ligações. O diretor Cristiano Dresch, que já respondeu pela presidência, acompanhou a delegação em Rio Branco capital do Acre, falou que o objetivo era o acesso. DESFILE Na chegada da delegação na manhã de ontem no Aeroporto Marechal Rondon, em Várzea Grande, elenco e comissão técnica foram recepcionados e estudantes da Escola da Arena Pantanal. Eles desfilaram em carro aberto do Corpo de Bombeiros descendo a Avenida da Feb, Prainha, subindo a Getúlio Vargas até o Choppão, retornando pela Isaac Póvoas, subindo a General Melo, Miranda Reis, Fernando Corrêa até a sede do clube, no Distrito Industrial. O ex-presidente do clube, Aron Dresch, que assumiu a presidência da Federação Mato-grossense de Futebol (FMF), também presente no Acre, disse que hoje o Cuiabá é a principal referência do futebol de Mato Grosso e em virtude disso como presidente da FMF tem que apoiar o clube. “Poderia ser qualquer outra agremiação de Mato Grosso que eu como gestor estaria presente. O momento é histórico não somente para o Cuiabá como também para o futebol de Mato Grosso e o torcedor tem apoiado o clube”, finalizou.

Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.




ENQUETE
Como você vê as acusações entre Mauro Mendes e Emanuel Pinheiro sobre o caos na pandemia?
O governador é o culpado
O prefeito da Capital também tem culpa
Essa briga prejudica as ações de combate à Covid-19
É uma disputa político-eleitoral
PARCIAL