Usina de Manso e Rio Cuiabá, um problema anunciado

No mês de março de 1988, quando foi feita a audiência publica para a aprovação do EIA/Rima para a construção da Usina de Manso, o Diário de Cuiabá publicou uma série de seis reportagens, assinadas pelo jornalista José Eduardo do Espírito Santo, falecido em 1998, em que previa os atuais problemas no rio Cuiabá.

Com o título “A Energia que Falta”, as reportagens mostram o histórico do setor energético em Mato Grosso e apontavam, claramente, que Manso jamais seria a solução para o problema. Doze anos depois, a solução energética para o Estado está bem encaminhada e não mais depende de Manso. Porém, a Usina está sendo erguida e seus impactos no meio ambiente começam a ser sentidos.

Leia, a seguir, a íntegra das reportagens.





· Parte I - Mato Grosso, a grande vítima
· Parte II - O complô contra o Estado
· Parte III – A história de um escândalo
· Parte IV - Um projeto morto e sepultado
· Parte V - A ordem de parar
· Parte VI - A briga das estatais
· Parte VII – O recuo da Eletronorte
· Parte VIII - Eletronorte, uma presença desastrosa
· Parte XIX - As consequências danosas de Manso
· Parte X - Fechamento do reservatório



Relatório de 1986 já previa erros
Couto Magalhães é mais viável, diz EIA-Rima
Pode faltar água para o enchimento do lago
Luta de interesses explica opção
‘Não estou arrependido’, afirma Frederico Campos
Prognósticos de especialistas se confirmam
Promotores não vão agir em conjunto
Projetos ambientais são inadequados, aponta UFMT
Programa para recuperação de áreas está atrasado
Domingos Sávio diz que Fema pode ser conivente
‘Falta de chuvas causa baixo nível’
De 21 pontos, 17 estão incorretos
Comissão de Meio Ambiente da OAB vai impetrar ação
Contrato com ‘parceiros’ é duvidoso
Usina de Balbina também foi desastre ambiental
Privatização do setor elétrico explica pressa
Manso tem lago grande para pequena geração
Furnas responde por 43% da energia do País
Qual é a fonte de energia ideal?
Barragens em construção afetarão 80 mil famílias
Núcleo quer intensificar discussões no interior
PCHs podem ser solução viável
Pescadores pedem garantias a Furnas
Terra dos assentados é improdutiva
‘Não como peixe há 7 meses’, diz agricultor
Usina de Manso e Rio Cuiabá, um problema anunciado