Furnas responde por 43% da energia do País

Furnas Centrais Elétricas S.A, hoje construtora da hidrelétrica de Manso, é responsável por 43% de toda a energia consumida no País. A empresa possui dez usinas hidrelétricas, duas termelétricas, 41 subestações e também realiza toda transmissão da energia produzida na Usina de Itaipu. São cerca de 18 mil quilômetros em linhas de transmissão, em São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Goiás e Tocantins.

A empresa é de administração indireta do Governo Federal, e está vinculada ao Ministério das Minas e Energia. Dados de Furnas indicam que o crescimento da demanda de energia hoje no Brasil gira em torno de 7% ao ano. Isso representa a necessidade de somar, anualmente, cerca de 3000 megawatts novos ao sistema nacional.

Furnas foi criada em 1957, através do decreto federal 41.066. Seu objetivo inicial era construir e operar a primeira hidrelétrica de grande porte do Brasil, localizada na “Corredeiras das Furnas”, no Rio Grande, Minas Gerais, entre os municípios de São José da Barra e São João Batista da Glória.

Somando-se as nove usinas hidrelétricas e as duas termelétricas, a potência de Furnas é de 9080 megawatts. A termelétrica de Santa Cruz, com 600 megawatts, é a maior da América Latina. Por conta destes números, Furnas é considerada uma das maiores empresas do País. Segundo a própria empresa, Furnas, desde 1992 vem apresentando índices de confiabilidade que chegam a 99,99%. (JPL)




Relatório de 1986 já previa erros
Couto Magalhães é mais viável, diz EIA-Rima
Pode faltar água para o enchimento do lago
Luta de interesses explica opção
‘Não estou arrependido’, afirma Frederico Campos
Prognósticos de especialistas se confirmam
Promotores não vão agir em conjunto
Projetos ambientais são inadequados, aponta UFMT
Programa para recuperação de áreas está atrasado
Domingos Sávio diz que Fema pode ser conivente
‘Falta de chuvas causa baixo nível’
De 21 pontos, 17 estão incorretos
Comissão de Meio Ambiente da OAB vai impetrar ação
Contrato com ‘parceiros’ é duvidoso
Usina de Balbina também foi desastre ambiental
Privatização do setor elétrico explica pressa
Manso tem lago grande para pequena geração
Furnas responde por 43% da energia do País
Qual é a fonte de energia ideal?
Barragens em construção afetarão 80 mil famílias
Núcleo quer intensificar discussões no interior
PCHs podem ser solução viável
Pescadores pedem garantias a Furnas
Terra dos assentados é improdutiva
‘Não como peixe há 7 meses’, diz agricultor
Usina de Manso e Rio Cuiabá, um problema anunciado