NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Sexta-feira, 25 de Setembro de 2020
ECONOMIA
Sexta-feira, 07 de Agosto de 2020, 08h:27

COMBUSTÍVEIS

Preço do etanol tem diferença de até 18% entre regiões do Brasil

Da Folhapress - São Paulo
Abastecimento combustível

O preço médio do etanol chega a ter uma variação de até 18% entre as diferentes regiões do Brasil, segundo dados compilados pela Ticket Log referentes ao mês de julho.
No Norte, região com litro mais caro, a média do valor do etanol nos postos foi de R$ 3,582. Já no Centro-Oeste, onde o combustível é mais barato, o litro custou, em média, R$ 2,951. No Sudeste, o litro do combustível saiu por uma média de R$ 3,216; no Sul, R$ 3,474; e, no Nordeste, R$ 3,507.
O Centro-Oeste, aliás, é a única região em que o etanol compensa financeiramente, segundo o levantamento, em relação a gasolina, vendida em média a R$ 4,330 o litro. Isso se deve a um cálculo básico usualmente aplicado por motoristas, em que se divide o preço do etanol pelo da gasolina.
Se o resultado da divisão for inferior a 0,7, que é o caso do Centro-Oeste, o etanol será mais vantajoso. Já se o valor superar os 0,7, o que ocorre nas demais regiões do país, a gasolina compensará mais. Nos carros flex, o consumo de álcool é, em média, 30% maior do que o da gasolina, o que justifica o índice.
Ainda segundo o levantamento, o Rio Grande do Norte foi o estado em que houve, em julho, maior alta tanto do etanol (5,40%, para R$ 3,808) quanto da gasolina (10,58%, para R$ 4,546).
Em todo o país, a gasolina teve alta de 4,5% em julho, em relação ao mês anterior. No mesmo período, o etanol subiu 1,86%.


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.




ENQUETE
MT terá eleições simultâneas para vereador, prefeito e senador? Você já escolheu seus candidatos?
Sim
Não
Vou anular os votos
Nenhum dos candidatos presta
PARCIAL